Leia também:
X Com surto, Santos chega a dez casos de Covid entre os jogadores

Rússia alega que vacina Sputnik V apresenta 92% de eficácia

Percentual foi calculado com base em 20 casos confirmados de Covid em voluntários que tomaram a vacina e o placebo.

Paulo Moura - 11/11/2020 07h30 | atualizado em 11/11/2020 07h37

Rússia divulgou novas informações sobre a vacina Foto: Reprodução

A Rússia afirmou nesta quarta-feira (11) que a vacina Sputnik V, desenvolvida pelo Instituto russo Gamaleya contra a Covid-19, tem um índice de eficácia de 92% segundo dados preliminares da fase 3 de pesquisas conduzidas no país. O percentual foi calculado com base em 20 casos confirmados de Covid em voluntários que tomaram a vacina e o placebo.

O resultado, na prática, significa dizer que a pessoa tem 90% menos chance de pegar a doença se for vacinada do que se não for. O governo russo afirmou que não houve eventos adversos inesperados durante os ensaios e destacou que o monitoramento dos participantes ainda está em andamento.

O comunicado divulgado pelo instituto sobre a eficácia afirma ainda que ensaios conduzidos sob o uso civil da vacina na Rússia, que não fazem parte dos ensaios clínicos, com base no monitoramento de mais 10 mil vacinados, confirmaram a eficácia da vacina a uma taxa de mais de 90%.s em revista científica.

A nota destaca que os dados provisórios da pesquisa serão publicados em uma das principais revistas médicas internacionais revisadas por pares e, após a conclusão dos ensaios clínicos da fase 3, o Instituto Gamaleya fornecerá acesso ao relatório completo do ensaio clínico da vacina Sputnik V.

No momento, 40 mil voluntários participam de ensaios clínicos duplo-cegos, randomizados e controlados por placebo da Sputnik V, dos quais mais de 20 mil foram vacinados com a primeira dose e mais de 16 mil receberam duas doses, segundo o comunicado.

Leia também1 União diz ao STF que vacinação não pode ser obrigatória
2 Vacina chinesa: Anvisa recebe relatório sobre evento adverso
3 Maia 'ataca' Bolsonaro e fala em compromisso com vacina
4 Bolsonaro protesta: "Populistas querem vacina obrigatória"
5 2021: Carnaval em São Paulo e Salvador será em julho

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.