Leia também:
X Ator Nick Cordero morre por complicações da Covid-19

Ritmo de mortes por Covid-19 diminui em São Paulo

Apenas um distrito da capital paulista teve aumento superior a 20%

Paulo Moura - 06/07/2020 10h09

Ritmo de óbitos da Covid-19 caiu em São Paulo Foto: Agência Brasil/Rovena Rosa

O ritmo do aumento das mortes por Covid-19 em São Paulo, cidade com maior número de óbitos do país, apresentou redução nos últimos dias. A informação consta nos dados divulgados pela Secretaria Municipal da Saúde no fim de semana.

O levantamento, que considera as mortes confirmadas e suspeitas da doença registradas até 29 de junho, constatou que apenas um distrito da cidade teve aumento percentual de mortes acima de 20% em relação à última divulgação, no dia 18 de junho.

O aumento foi registrado na região da Bela Vista, na área central da cidade, onde os números cresceram 24,3%, de 37 para 46, em comparação aos dados apresentados em 29 de junho.

Em compensação, quatro distritos somaram apenas uma morte no período: Brás e Sé, ambos no centro, e Alto de Pinheiros e Jaguara, ambos na zona oeste. Marsilac, no extremo da zona sul, não registrou óbitos no período. Já o Pari, na região central, teve um recuo de 27 para 26 mortes, em uma queda de 3,7%.

Como comparação, no balanço do dia 14 de maio, o crescimento de mortes mais que dobrava de uma semana para outra em diversos distritos da cidade. Como destaque nas reduções, a região do Grajaú, Zona Sul de SP, registrou 23 óbitos no dia 29 contra 52 do dia 18 de junho. Já o Sacomã, também na Zona Sul, havia somado 49 mortes em 18 de junho, e reduziu para 23 no dia 29.

Leia também1 Salários menores e problemas psicológicos afligem atletas
2 Ator Nick Cordero morre por complicações da Covid-19
3 Brasil recebe 10 toneladas de itens de saúde dos Emirados
4 Covid: Brasil atinge 1 milhão de curados, diz universidade
5 Marrone diz que se curou com cloroquina: 'Remédio bom'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.