Leia também:
X Anvisa determina recolhimento e interdição de lotes de losartana

Por falta de demanda, Butatan para produção da CoronaVac

Imunizante contra a Covid-19 foi o primeiro disponibilizado no Brasil

Pleno.News - 25/06/2022 14h57 | atualizado em 27/06/2022 10h15

Doses da vacina CoronaVac Foto: Divulgação/Instituto Butantan

Devido à falta de demanda, o Instituto Butantan decidiu parar a fabricação da CoronaVac, utilizada no combate à Covid-19. A ultima produção do imunizante foi finalizada em outubro de 2021. A informação foi dada pelo portal UOL.

A CoronaVac foi a primeira vacina contra a Covid-19 disponibilizada no Brasil. No total, foram entregue mais de 110 milhões de doses do imunizante ao Ministério da Saúde. O último lote foi enviado em fevereiro de 2022.

O Butatan não tem previsão de retomada de fabricação da vacina, mas explicou ao veículo que possui “total capacidade de produção para atender a quaisquer demandas deste imunizante, à medida que sejam recebidas”.

A CoronaVac, no entanto, nem chegou a receber o registro definitivo no país. Já as outras vacinas utilizadas no Brasil como, Pfizer, AstraZeneca e Janssen, possuem.

Leia também1 Adrilles disputará eleições para combater a "esquerda sujinha"
2 Jovem marca o 22 de Bolsonaro na pele com ferro em brasa
3 Desembargador: Não houve sexismo de Bolsonaro a repórter
4 Bolsonaro rebate Globo sobre o aborto da menina de 11 anos
5 Pacheco promete reação a "arroubo contra democracia"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.