CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Jovem que morreu de Covid-19 em SP era batizado e ia à igreja

OMS diz que é preciso pensar “nos que perderam a renda”

Instituição falou sobre situação atual da pandemia ao redor do mundo

Paulo Moura - 30/03/2020 14h13 | atualizado em 30/03/2020 14h16

Diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Foto: Reprodução

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Gebreyesus, defendeu, nesta segunda-feira (30), a continuidade das medidas de isolamento para conter a proliferação do coronavírus, mas ressaltou que os governos precisam pensar em formas de socorrer os que perderam suas rendas por conta da doença.

– Os governos precisam garantir o bem-estar das pessoas que perderam sua renda e precisam desesperadamente de comida, saneamento e outros serviços essenciais – ressaltou.

O dirigente da OMS também falou, durante entrevista coletiva, sobre a necessidade dos governos manterem campanhas e serviços essenciais para a saúde, já que outras doenças continuam a apresentar casos ao redor do mundo.

– Mesmo estando em meio a uma crise, os serviços essenciais de saúde devem continuar. Os bebês ainda estão nascendo, as vacinas ainda precisam ser entregues e as pessoas ainda precisam de tratamento que salva vidas para uma série de outras doenças – afirmou.

Leia também1 "Não podemos parar o país", defende Otávio Mesquita
2 Covid-19 atinge a República Democrática do Congo
3 OMS: Vacina contra Covid-19 deve demorar 18 meses

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo