Leia também:
X Saúde faz mutirão de atendimentos médicos a indígenas de Mato Grosso

Janssen: EUA alertam para risco de síndrome rara após a vacina

Síndrome de Guillain-Barré foi observada em 100 pessoas entre quase 13 milhões de imunizados

Thamirys Andrade - 13/07/2021 10h32 | atualizado em 13/07/2021 13h23

Doses de vacina da Janssen Foto: EFE/Szilard Koszticsak

A agência reguladora de medicamentos dos Estados Unidos (FDA) atualizou o rótulo da vacina anticovid da Janssen nesta segunda-feira (12), a fim de alertar para o risco de um raro distúrbio neurológico conhecido como Síndrome de Guillain-Barré.

A doença foi observada em pessoas imunizadas recentemente, atingindo 100 pacientes entre os quase 13 milhões de norte-americanos que receberam a vacina da Johnson & Johnson. Segundo a FDA, 95 dos afetados precisaram ser hospitalizados, e uma pessoa veio a óbito. A maioria dos casos ocorreu duas semanas após a aplicação da vacina em homens acima dos 50 anos.

Para o órgão regulador, ainda não está claro se a vacina está de fato ligada ao recente aumento dos casos da síndrome no país. Ainda assim, a FDA diz apoiar “fortemente a conscientização sobre os sinais e sintomas de eventos raros para garantir que eles possam ser identificados rapidamente e tratados de forma eficaz”.

– Hoje, o FDA está anunciando revisões nas fichas técnicas do receptor da vacina e do provedor de vacinação para a vacina Covid-19 da Johnson & Johnson (Janssen), para incluir informações relativas a um risco maior observado de síndrome de Guillain-Barré após a vacinação – declarou a agência à CNN.

A síndrome de Guillain-Barré é uma doença autoimune que leva o sistema imunológico a atacar, por engano, algumas células nervosas. Entre os sintomas estão perda de sensibilidade e força muscular e, às vezes, paralisia temporária da musculatura, podendo ser fatal quando os músculos respiratórios são afetados.

Leia também1 Saúde faz mutirão de atendimentos médicos a indígenas de Mato Grosso
2 Covid: Governo do Rio antecipa segunda dose da AstraZeneca
3 Vacina contra a gripe pode agir contra efeitos graves da Covid
4 Israel começará a vender spray nasal anticovid nas farmácias
5 OMS desaconselha aplicação mista de vacinas contra a Covid

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.