CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Malafaia defende decreto de Bolsonaro: “O tempo vai dizer”

Itália: Só 12% das mortes têm como causa direta a Covid-19

Forma como óbitos são registrados pode ser responsável pelo número alto no país

Paulo Moura - 26/03/2020 13h57 | atualizado em 26/03/2020 17h31

Coronavírus na Itália Foto: EFE/Ettore Ferrari

Uma avaliação feita pelo Instituto Nacional de Saúde da Itália apontou que a forma como as mortes são registradas no país pode estar impactando no alto número de óbitos entre os italianos.

Segundo o professor Walter Ricciardi, que é consultor científico no Ministério de Saúde da Itália, todas as pessoas que morrem em hospitais, diagnosticadas com o coronavírus, são consideradas mortas pelo coronavírus. Ele conta que, segundo uma avaliação oficial, apenas 12% das vítimas tiveram como causa direta da morte a Covid-19.

– Na reavaliação do Instituto Nacional de Saúde, apenas 12% dos atestados de óbito mostraram causalidade direta por coronavírus, enquanto 88% dos pacientes que morreram têm pelo menos uma pré-morbidade. Muitos tiveram duas ou três – declara.

No relatório do Instituto Nacional de Saúde da Itália, apresentado no dia 17 de março, com a análise de 355 mortes no país, apenas três pacientes (0,8%) não tinham quaisquer condições médicas anteriores. Do total, 49% dos óbitos eram de pessoas que tinham três ou mais problemas de saúde, outros 26% tinham duas e 25% tinham uma patologia.

Entre os problemas mais comuns registrados entre os mortos com comorbidade, 76% era de pressão alta, 36% de diabetes e 33% de cardiopatia isquêmica.

Leia também1 Malafaia defende decreto de Bolsonaro: "O tempo vai dizer"
2 Máscaras de mergulho ajudam a salvar vidas contra Covid-19
3 Enfermeira comete suicídio ao descobrir que tem coronavírus

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo