Leia também:
X 20 médicos morrem, e Indonésia luta por 3ª dose da CoronaVac

Imunidade contra Covid-19 pode durar até 12 meses após infecção

Estudo chinês foi responsável pela descoberta

Pierre Borges - 08/07/2021 17h34 | atualizado em 15/10/2021 12h36

Pleno.News Foto: Arte/Pleno.News

Um estudo publicado por pesquisadores chineses indicou que os anticorpos desenvolvidos por quem se recuperou da Covid-19 podem durar até 1 ano em mais de 70% dos pacientes. Além disso, a pesquisa também determinou que a vacinação também pode produzir no organismo humano uma resposta imunológica semelhante à de uma infecção viral, o que significa que os imunizantes são capazes de “restringir efetivamente a propagação” do coronavírus.

O estudo foi produzido por uma subsidiária da Sinopharm, fabricante de uma das vacinas chinesas, e pelo Centro Nacional de Pesquisa para Medicina Translacional da Universidade Jiaotong, em Xangai. Para isso, foram coletadas cerca de 1.800 amostras de sangue de 869 pessoas que já tiveram Covid-19 e se recuperaram na cidade de Wuhan.

As amostras foram examinadas pelos pesquisadores que analisaram o índice de RBDIgG, por meio do qual é possível descobrir a força da imunidade do paciente contra o vírus. Os resultados apontaram que o índice do reagente caiu para 64,3% após nove meses da infecção viral e manteve-se estável até concluir o ciclo de um ano.

A análise demonstrou também uma maior resposta imunológica nos pacientes do sexo masculino durante as primeiras fases da infecção. Mas os reagentes foram se igualando com o tempo, atingindo uma diferença irrisória ao fim de 12 meses. Maiores de 18 anos e menores de 55 também tiveram uma resposta mais robusta ao vírus.

Leia também1 Justiça decide que donos de festa ilegal trabalharão em cemitério
2 20 médicos morrem, e Indonésia luta por 3ª dose da CoronaVac
3 Defesa de Dias diz que prisão foi ilegal e Omar Aziz, abusivo
4 Covid-19: Sasha Meneghel pede orações pelo pai, Luciano Szafir
5 Ciro Nogueira diz que “CPI viola todas as regras jurídicas do país”

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.