Leia também:
X Laboratórios da Índia asseguram o fornecimento de vacinas

Governo nega que a Índia esteja proibindo exportação de vacina

Ministérios da Saúde e das Relações Exteriores informaram que negociações entre os dois países estão em estágio avançado

Paulo Moura - 05/01/2021 13h56 | atualizado em 05/01/2021 14h09

Governo brasileiro negou que a Índia esteja proibindo exportação de vacina Foto: Reprodução

O governo federal negou, nesta terça-feira (5), que exista qualquer tipo de proibição do governo da Índia quanto à exportação para o Brasil de doses da vacina contra a Covid-19 produzidas por farmacêuticas indianas. Em uma nota conjunta, emitida pelos Ministérios da Saúde e das Relações Exteriores, o governo brasileiro disse que as negociações entre os dois países já estão em estágio avançado.

– As negociações entre a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o Instituto Serum da Índia para a importação pelo Brasil de quantitativo inicial de doses de imunizantes contra a Covid-19 encontram-se em estágio avançado, com provável data de entrega em meados de janeiro – disse o comunicado.

A administração federal também informou que o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco, reuniu-se na segunda-feira (4) com o Embaixador da Índia em Brasília para tratar do tema. Além disso, a Embaixada do Brasil em Nova Delhi está em contato permanente com autoridades indianas para reforçar a importância do início da vacinação no Brasil.

Nesta terça, o Instituto Serum da Índia e a Bharat Biotech comunicaram a intenção de garantir acesso mundial a suas vacinas contra Covid-19. O CEO do Instituto Serum esclareceu, ainda, que a exportação de vacinas produzidas na Índia é permitida a todos os países.

Leia também1 2021: Tecnologia e perspectivas de formas de consumo
2 Depois de 87 anos, PSOL e PT acusam hino do RS de racismo
3 Ministro do Turismo: "Setor não suporta novo lockdown"
4 Eduardo Bolsonaro faz visita à Casa Branca com esposa e filha
5 Família de Amanda Wanessa pede doação de sangue

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.