Leia também:
X ‘As pessoas estão desafiando a ciência e se dispondo a ser cobaia da vacina’

Governo anuncia compra de 70 milhões de doses da Pfizer

Pfizer anunciou que os termos e condições para o contrato de fornecimento estão em negociação

Paulo Moura - 11/12/2020 08h43 | atualizado em 11/12/2020 08h44

Brasil oficializou compra de 70 milhões de doses da vacina da Pfizer Foto: Pixabay

O governo brasileiro confirmou oficialmente, na quinta-feira (10), seu interesse na compra de 70 milhões de doses da vacina contra Covid-19 desenvolvida pela Pfizer em parceria com a empresa alemã de biotecnologia BioNTech por meio da assinatura da carta de intenção de compra enviada pela farmacêutica.

Em um comunicado divulgado pela empresa, a Pfizer anunciou que os termos e condições para o contrato de fornecimento estão em negociação. A farmacêutica já iniciou o pedido de submissão contínua na Anvisa, mas ainda não solicitou a aprovação para o uso emergencial. A vacina somente poderá ser aplicada no Brasil depois que a agência aprovar o uso.

A oficialização do interesse brasileiro na aquisição das doses ocorre no mesmo dia em que um painel de consultores independente da FDA, agência americana que aprova medicamentos, deu sinal verde para aprovação do imunizante contra a Covid-19.

Também nesta quinta, o jornal científico New England Journal Of Medicine publicou um estudo validando os resultados preliminares da fase 3 de estudos clínicos da vacina do consórcio Pfizer/BioNTech. O imunizante foi o primeiro a ter o uso aprovado por uma autoridade de um país ocidental, o Reino Unido, e já está sendo usado em campanha de vacinação entre os britânicos.

Leia também1 'As pessoas estão desafiando a ciência e se dispondo a ser cobaia da vacina'
2 Rio retoma medidas restritivas para conter avanço da Covid-19
3 Entenda como a vacina de RNA mensageiro realmente funciona
4 Vacina chinesa será submetida à Anvisa para uso emergencial
5 Governo pretende vacinar toda população em 2021, diz Pazuello

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.