Leia também:
X Sem carro, homem usa trator para se vacinar em drive-thru

Fiocruz prevê distribuir vacina totalmente nacional em outubro

Fundação quer realizar todo o processo de fabricação da vacina da AstraZeneca em território brasileiro

Pleno.News - 07/04/2021 14h29 | atualizado em 07/04/2021 15h35

Fiocruz pretende fabricar 100% de vacina de Oxford no Brasil Foto: Freepik

A Fiocruz prevê iniciar, a partir de outubro, a distribuição de uma vacina contra Covid-19 totalmente nacional, ou seja, com insumos, atualmente importados, também produzidos no Brasil. A previsão foi feita nesta quarta-feira (7) por Mauricio Zuma, diretor de Bio-Manguinhos, a unidade da Fiocruz responsável pela produção das vacinas de Oxford/AstraZeneca.

– Em maio ou, mais tardar, junho, a gente espera começar a produção dos primeiros lotes de pré-validação. Se tudo der certo, a gente espera distribuir [a] vacina totalmente nacional a partir de outubro – disse Zuma durante participação em transmissão virtual feita pela Febrabran.

De acordo com o diretor de Bio-Manguinhos, a produção nacional, ainda dependente de licenciamento pela farmacêutica AstraZeneca e deve ser inicialmente de cerca de 15 milhões de doses por mês.

Zuma disse que a transferência de tecnologia para a produção independente dos insumos é o foco do instituto no planejamento da imunização no segundo semestre.

– Não vai ter vacina para o mundo inteiro. Isso é claro. Vai faltar vacina. Então, precisamos ter autossuficiência aqui. Mas não é um processo muito rápido – declarou zuma.

Antes disso, ele informou que, até julho, a Fiocruz deve entregar 100,4 milhões de doses ao programa nacional de imunização, sendo este volume “mais ou menos” dividido nos próximos meses.

O diretor de Bio-Manguinhos não vê, no momento, dificuldades no recebimento dos insumos.

– Temos carregamentos preparados para vir ao Brasil. Não vai ter dificuldade para receber o IFA, ingrediente farmacêutico ativo necessário para produzir as vacinas – completou.

*Estadão

Leia também1 Empresários vão a Bolsonaro por vacinas e reformas
2 Reino Unido limita vacina de Oxford em menores de 30 anos
3 China não entrega doses e atrasa vacinação em países aliados
4 Mourão: Iniciativa privada terá dificuldade para comprar vacina
5 OMS diz que África aplicou só 11 milhões de vacinas contra Covid

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.