Leia também:
X Governo entrega ao STF plano de vacinação contra a Covid-19

Evento adverso afetou quatro voluntários de vacina da Pfizer

Eles desenvolveram uma condição chamada Paralisia de Bell

Pleno.News - 12/12/2020 20h10 | atualizado em 12/12/2020 22h22

Vidros de vacina contra a Covid-19 da Pfizer
Conheça o evento adverso que afetou voluntários de vacina da Pfizer Foto: Divulgação

A fase 3 do estudo da vacina da Pfizer/BioNTech contra a Covid-19 mostrou que quatro voluntários que receberam o imunizante desenvolveram uma condição chamada Paralisia de Bell. O documento com as conclusões foi entregue à Food and Drug Administration (FDA) agência reguladora dos Estados Unidos (EUA).

A paralisia de Bell é uma condição rara que causa uma paralisia temporária no rosto das pessoas devido a uma disfunção em um nervo facial. Um dos sintomas de quem é afetado pelo problema é uma dor atrás dos olhos, que acaba evoluindo para uma fraqueza.

No final, os pacientes acabam ficando com a face sem qualquer tipo de expressão. Alguns deles, porém, acabam sentindo o rosto repuxado. A recuperação da paralisia de Bell costuma ocorrer após alguns meses.

“Esses casos ocorreram aos 3, 9, 37 e 48 dias após a vacinação. Um caso (início em 3 dias após a vacinação) foi relatado como resolvido com sequelas dentro de três dias após o início, e os outros três foram relatados como continuando ou resolvendo a partir do corte de dados de 14 de novembro de 2020 com durações contínuas de 10, 15, e 21 dias, respectivamente”, apontou o relatório da FDA sobre a imunização.

A vacina da Pfizer/BioNTech foi aplicada em 21.823 pessoas, enquanto outras 21.828 tomaram placebo. De acordo com a FDA, a frequência de casos de paralisia de Bell é “consistente com a taxa de fundo esperada na população em geral”.

A FDA também explicou que não há uma base para se concluir que há relação entre a vacina e a paralisia de Bell, mas disse que recomendará vigilância para casos de paralisia de Bell com a implantação da vacina em populações maiores”.

Entre as causas para que ocorra uma paralisia de Bell estão alguma infecção viral ou doença imunológica.

Leia também1 Governo entrega ao STF plano de vacinação contra a Covid-19
2 Datafolha: 22% não querem se vacinar contra a Covid-19
3 Sobre liberação de vacina, chefe da FDA nega pressão política
4 Guedes: 'Se existe vacina, nós temos que buscar onde estiver'
5 Estados Unidos aprovam uso emergencial da vacina da Pfizer

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.