Leia também:
X Pernambuco investiga surto de doença desconhecida

Europa: OMS prevê mais 700 mil mortes por Covid na quarta onda

Para organização, UTIs podem chegar à alta pressão no início de março

Thamirys Andrade - 24/11/2021 12h36 | atualizado em 24/11/2021 13h11

cemitério, lápides, morte Arlington National Cemetery
Arlington National Cemetery [imagem ilustrativa] Foto: Freepik / Luis Molinero
Assolada por surto de variante Delta, a Europa pode registrar mais 700 mil mortes por Covid-19 nos próximos meses, alertou a Organização Mundial de Saúde na terça-feira (23). Se o cenário se concretizar, o continente somará ao todo 2,2 milhões de vidas perdidas para o novo coronavírus.

– Na última semana, as mortes registradas pela Covid-19 aumentaram para quase 4.200 por dia na região europeia, o que é o dobro das 2.100 mortes diárias registradas no final de setembro. A situação é muito grave – assinalou Hans Kluge, diretor regional da agência na Europa.

Ainda de acordo com a entidade, as UTIs de 49 dos 53 países que fazem parte da zona europeia da OMS estarão sob alta ou extrema pressão em 1° de março.

Para a diretora-geral adjunta de acesso a medicamentos e produtos farmacêuticos da Organização Mundial da Saúde (OMS), a brasileira Mariângela Simão, os novos picos na Europa se devem à abertura e flexibilização das medidas de distanciamento no verão, além do uso inconsistente de medidas de prevenção em países e regiões.

Além disso, a vacinação não tem avançado nos ritmos esperados. Na União Europeia, somente 67,7% da população está totalmente vacinada, enquanto na Europa Oriental os índices são ainda mais baixos, chegando a apenas 24% na Bulgária.

Leia também1 Covid: Diretora da OMS diz que o mundo está à beira da 4ª onda
2 Pernambuco investiga surto de doença desconhecida
3 Diferente da capital, 42 cidades de SP cancelam Carnaval de 2022
4 Grécia amplia restrições para combater infecções por Covid
5 Reino Unido registra mais de 40 mil novos casos diários de Covid

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.