Leia também:
X Veja como fazer alongamento em casa e manter a forma

Especialistas alemães dizem que lockdown no país foi ‘erro’

Médicos apontaram que a doença não teve intensidade no país que justificasse adoção da medida

Paulo Moura - 18/05/2020 11h26 | atualizado em 18/05/2020 11h36

Angela Merkel foi uma das defensoras das medidas de isolamento na Alemanha Foto: EFE/EPA/Clemens Bilan

Especialistas entrevistados pelo jornal alemão Bild, o mais vendido da Europa, para uma reportagem publicada no último final de semana afirmaram que o lockdown aplicado no país para combater a pandemia de Covid-19 foi “um erro”.

O patologista chefe do Instituto de Medicina Forense do Hospital Universitário de Hamburgo, Klaus Püschel, afirmou que a Covid-19 é uma doença viral como qualquer gripe e que, nos casos de morte, os pacientes já possuíam outras patologias, as chamadas comorbidades.

– É importante observar as consequências da epidemia para ver se o COVID-19 realmente foi a causa da morte. Dos aproximadamente 180 falecidos com coronavírus que examinamos agora, todos sofriam de condições pré-existentes graves e não eram crianças ou adolescentes – ressaltou.

Outro especialista ouvido pela reportagem, o ex-conselheiro do governo federal e professor na Universidade de Hannover, Stefan Homburg, chamou as medidas de isolamento de “um grande erro”.

– Na Itália, a epidemia de coronavírus foi pior do que uma epidemia de gripe, na Alemanha foi menos grave. Com o bloqueio, os governos federal e estadual cometeram um grande erro – destacou.

Já o ex-presidente do Tribunal Constitucional Federal (equivalente ao STF na Alemanha), Hans-Jürgen Papier, disse que faltou um debate amplo e detalhado sobre o tema e que as intervenções por parte dos estados terão consequência enormes.

Leia também1 Itália abre bares, restaurantes e libera circulação de pessoas
2 Papa volta a celebrar missa com público no Vaticano
3 Reino Unido tem número mais baixo de mortes em 50 dias

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.