Leia também:
X OMS suspende novamente testes com hidroxicloroquina

Empresa chinesa pode ser punida por atraso de respiradores

Governo de SP calcula que o valor a ser devolvido pode chegar a quase R$ 180 milhões

Pleno.News - 17/06/2020 15h12 | atualizado em 17/06/2020 15h14

Empresa pode ser punida por atraso na entrega de respiradores em SP Foto: Divulgação

Durante entrevista coletiva, nesta quarta-feira (17), a procuradora-geral do estado adjunta, Claudia Polto, disse que a empresa chinesa que atrasou a entrega dos ventiladores em São Paulo está sob investigação e pode ser punida caso seja provado que teve alguma responsabilidade no atraso da entrega dos ventiladores.

Na terça-feira (16), o governo divulgou um cancelamento na compra de 1.280 respiradores chineses, já que os equipamentos deveriam ter sido entregues na segunda (15).

Do total, apenas 433 máquinas (34%) desembarcaram no Brasil. O governo paulista pagou antecipadamente R$ 242 milhões e calcula que o valor a ser devolvido pode chegar a quase R$ 180 milhões.

O imbróglio dos respiradores de Doria teve início em abril, quando o governo paulista adquiriu 3.000 respiradores chineses por intermédio de uma empresa de brasileiros sediada nos EUA, a Hichens Harrison, que se comprometeu a entregar 500 equipamentos ainda no final de abril e o restante em maio.

*Folhapress

Leia também1 Sup. da Saúde do RJ é preso por fraude com respiradores
2 China não envia respiradores a SP. Prejuízo é de R$ 180 mi
3 Investigado por fraude atuou na venda de respiradores a SP
4 Niterói compra respiradores que não servem para UTIs
5 Governo do AM superfaturou compra de respiradores

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.