Leia também:
X Insumo para 12 milhões de doses da vacina de Oxford chega hoje

Doze estados elevam restrições de circulação por conta da Covid

Governadores afirmam que medida visa conter casos da doença

Pleno.News - 27/02/2021 09h17 | atualizado em 27/02/2021 09h19

São Paulo também terá aumento de restrições Foto: EFE/Fernando Bizerra

Ao menos doze estados do país decretaram nos últimos dias restrições de circulação de pessoas, principalmente no horário noturno, fechamento de estabelecimentos comerciais e até lockdown para tentar frear o avanço acelerado da Covid-19. Entre os mais restritivos estão Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Distrito Federal e Bahia, que vão fechar serviços não essenciais.

O governador Ibaneis Rocha (MDB), do DF, tornou mais rígida a quarentena duas vezes em menos de 24 horas. Na quinta-feira (25), ele escreveu nas redes sociais que iria decretar lockdown, a partir de segunda, das 20 às 5 horas. Já na sexta-feira (26), publicou decreto mais rígido, que prevê fechar serviços não essenciais o dia todo. Cultos e missas foram dispensados do lockdown.

No Paraná e no Rio Grande do Sul, a proibição de atividades não essenciais começa neste sábado (27) e vai até 8 de março. O governador gaúcho, Eduardo Leite (PSDB), pediu a adesão de gestores e cidadãos. Já o prefeito da capital, Sebastião Melo (MDB), criticou o fechamento total. O presidente Jair Bolsonaro também tem sido forte opositor.

Santa Catarina e Bahia, por sua vez, apostaram em lockdown mais curto. O governo baiano proibiu lojas, shoppings, bares e restaurantes por dois dias, desde sexta à noite. Já Santa Catarina, colocou todo o Estado em lockdown nos próximos dois fins de semana.

Em outros Estados, as mudanças foram menos rigorosas, a maioria com quarentenas noturnas. São Paulo aumentou o controle sobre três regiões do Estado, incluindo a capital e a região metropolitana e terá restrição de circulação à noite. Ceará, Goiás, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte são os outros em que governadores ou prefeitos endureceram medidas nas últimas semanas.

*Estadão

Leia também1 Com lockdown no DF, Lira decide restringir visitação à Câmara
2 Estados do Paraná e S. Catarina decretam novo lockdown
3 Jair Bolsonaro critica lockdown: "O povo quer trabalhar"
4 Após Bolsonaro falar sobre o novo auxílio, Zambelli celebra
5 Bahia inicia nesta sexta-feira lockdown em todas as cidades

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.