Leia também:
X Desembargadora suspende soltura de homicidas no PR

Doria renova quarentena em São Paulo até dia 22 de abril

Governo diz que decisão é importante para "organizar a rede assistencial"

Pleno.News - 06/04/2020 13h58 | atualizado em 06/04/2020 14h07

João Doria anunciou que a quarentena em SP vai se estender por mais duas semanas Foto: Reprodução/TV Globo

O governador de São Paulo, João Doria, decidiu prorrogar a quarentena em SP até o dia 22. Os médicos e cientistas envolvidos nas discussões sobre a prorrogação da quarentena no estado e na capital de São Paulo recomendaram a ele a prorrogação da quarentena por um período de mais 15 dias.

Alguns especialistas chegaram a sugerir até 30 dias, neste caso, ela só terminaria no fim de abril. Mas a opinião que deve prevalecer, no momento, é a de mais uma quinzena de isolamento social.

O governo diz ainda que a prorrogação da quarentena é importante para que “o Estado de São Paulo organize sua rede assistencial para atender aos doentes”. Já foram ativados 1.524 novos leitos de UTI, em hospitais estaduais, municipais e filantrópicos.

Os serviços considerados essenciais continuam em funcionamento, como ocorreu nos primeiros 15 dias da quarentena.

O número de casos de coronavírus no Estado desde 26 de fevereiro chega a 4.620. Ao todo, mais de 400 hospitais, entre públicos e privados, notificaram casos suspeitos de coronavírus.​

Doria e Bruno Covas sofriam pressão de empresários e comerciantes para flexibilizar as meidas de isolamento social, evitando um estrago maior na economia.

No fim de semana, Doria sinalizou que não pretendia suavizar a quarentena ao anular decreto que permitia o trabalho interno de escritórios de advocacia e contabilidade.

*Folhapress

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.