Leia também:
X Governo federal zera imposto de remédio para AME

Cuba se destaca no combate à Covid com hidroxicloroquina

País defende o uso do medicamento nos estágios iniciais da doença

Rafael Ramos - 12/07/2020 13h00 | atualizado em 16/07/2020 12h20

Cuba aplica hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19 Foto: EFE/Ernesto Mastrascusa

Com 2.420 casos confirmados, 87 mortes e 2.254 pacientes recuperados, Cuba tem se destacado no combate à pandemia do novo coronavírus. O país da América Central vem utilizando doses baixas de hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19 ainda no estágio inicial. Os moradores do país também têm seguido as medidas de controle estabelecidas pelo sistema de saúde estatal.

– Estamos cientes das polêmicas em torno deste produto. Os médicos aqui em geral têm uma boa opinião dos resultados alcançados, desde que sejam usados ​​precocemente em doses baixas e somente em pacientes sem comorbidades, o que pode ser complicado pela hidroxicloroquina – disse consultor do presidente da BioCubaFarma, Augustin Lage Davila.

Além da hidroxicloroquina, outros cinco medicamentos estão sendo usados no tratamento contra o novo coronavírus. Davila lista o interferon alfa-2b humano recombinante, que combina o interferon alfa e o gama; biomodulina T; o peptídeo CIGB-258 e o anticorpo monoclonal humanizado Itolizumab. Alguns deles foram usados no tratamento da dengue e do câncer.

A BioCubaFarma é uma organização cubana de indústrias de biotecnologia e farmacêutica. Três brigadas médicas compostas por 11 colaboradores foram enviadas do país para atuar na Guiné Equatorial, São Tomé e Príncipe e Serra Leoa.

Leia também1 21 vacinas contra a Covid-19 já estão em testes em humanos
2 Presidente interina da Bolívia testa positivo para Covid-19
3 Eliana se cura de Covid e volta a abraçar os filhos
4 Paciente defende cloroquina: "Em cinco dias eu fiquei bom"
5 "Praticamente inexiste risco de arritmia com cloroquina"

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.