Leia também:
X ‘Se Deus quiser’, Rio começa a vacinar em janeiro, diz Paes

Covid: Pazuello prevê 24 milhões de doses de vacinas em janeiro

Ministro citou que há um acordo assinado com o Butantan para comprar 46 milhões de doses ao todo

Paulo Moura - 17/12/2020 14h51 | atualizado em 17/12/2020 15h08

Pazuello disse que previsão é que o Brasil tenha 24 milhões de doses em janeiro Foto: MS/Tony Winston

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse nesta quinta-feira (17) que o governo federal prevê receber 24,5 milhões de doses de vacinas em janeiro. Dessas, 9 milhões são da Coronavac, imunizante desenvolvido pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.

Em audiência no Senado, o ministro disse que está “partindo para um contrato” com o laboratório ligado ao governo de São Paulo, para compra do imunizante. Pazuello afirmou aos senadores que o Brasil não está atrasado, mas na “vanguarda” no processo de imunização contra a Covid-19.

O ministro citou que há um acordo assinado com o Butantan para comprar 46 milhões de doses ao todo. Na audiência, o ministro ainda repetiu que a Fiocruz deve entregar mais de 200 milhões de doses da vacina de Oxford/AstraZeneca em 2021.

No plano nacional de imunização contra a Covid-19 apresentado nesta quarta-feira (16), o governo afirma que terá mais de 350 milhões de doses de vacinas em 2021, sendo que a imunização exige a aplicação em duas etapas.

Pelo calendário da pasta, além das 24,5 milhões de doses em janeiro, a previsão é receber outras 37,2 milhões em fevereiro, sendo 500 mil da Pfizer, 15,2 milhões da AstraZeneca/Oxford e 22 milhões do Butantan.

*Estadão

Leia também1 'Se Deus quiser', Rio começa a vacinar em janeiro, diz Paes
2 Profissional de saúde foi para UTI ao receber vacina da Pfizer
3 Casa Branca diz que Pence e esposa serão vacinados na sexta
4 Presidente eleito Joe Biden será vacinado na próxima semana
5 Saúde comprará 45 milhões de 'CoronaVacs' , diz governador

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.