Leia também:
X Tóquio monitora atletas que tiveram contato com infectados

Covid: Anvisa libera estudo com remédio apoiado por Bolsonaro

Presidente citou o fármaco durante entrevista concedida na saída do Hospital Vila Nova Star

Paulo Moura - 19/07/2021 11h10 | atualizado em 19/07/2021 13h41

Anvisa liberou testes com medicamento Proxalutamida Foto: Divulgação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a realização de estudos clínicos para avaliar a segurança e eficácia do medicamento Proxalutamida a ser utilizado no tratamento contra a Covid-19. O fármaco tem apoio do presidente Jair Bolsonaro e chegou até a ser citado por ele no fim da manhã de domingo (18), após o líder receber alta do Hospital Vila Nova Star.

– [A Proxalutamida] já existe no mercado, ainda sem forma legal e comprovação científica, mas tem curado pessoas com Covid. Vamos fazer um estudo disso aí e apresentar. Nós temos que tentar, como [eu] sempre disse. Na guerra do Pacífico, não tinha sangue para os soldados, e resolveram botar água de coco e deu certo – disse o presidente.

Segundo o órgão regulador, o estudo será realizado pela empresa Suzhou Kintor Pharmaceuticals, sediada na China. Além do Brasil, a pesquisa será realizada na Alemanha, na Argentina, na África do Sul, na Ucrânia, no México e nos Estados Unidos. No Brasil, os testes contarão com 12 voluntários no estado de Roraima e 38 em São Paulo.

– Trata-se de um estudo de fase III, randomizado, duplo-cego, controlado por placebo, para avaliar a eficácia e a segurança da substância em participantes ambulatoriais do sexo masculino com Covid-19 leve a moderada (Protocolo GT0918-US-3001) – informou a agência reguladora.

Leia também1 Homem se fantasia de cobra para tomar vacina e vira piada
2 McDonald's insere livro LGBT como brinde do McLanche Feliz
3 Sergio Moro se refere a Barroso como "grande ministro"
4 Tóquio monitora atletas que tiveram contato com infectados
5 Ex-atriz pornô Mia Khalifa volta a ironizar CPI: 'Estou a caminho'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.