Leia também:
X Titi Müller deixa programa por causa do coronavírus

Covid-19 pode dar sequelas a pulmões de pacientes curados

Infecção pelo novo coronavírus pode prejudicar função respiratória

Camille Dornelles - 16/03/2020 10h49 | atualizado em 16/03/2020 12h01

Coronavírus pode causar sequelas ao pulmão Foto: Pixabay

Segundo análises da Autoridade Hospitalar de Hong Kong divulgadas na sexta-feira (13), a infecção por Covid-19 pode provocar sequelas aos pulmões até mesmo de infectados curados. Segundo os dados, 12 pessoas consideradas curadas do novo coronavírus passaram por testes e mostraram perda de função respiratória.

Os pacientes são de Hong Kong e haviam sido internados em hospitais do país. Eles passaram por testes de resistência e mostraram maior dificuldade para respirar em caminhadas mais rápidas. O diretor do Centro de Doenças Infecciosas do Hospital Princess Margaret, em Kwai Chung, Owen Tsang Tak-yin, afirmou que um quarto dos pacientes se queixou de não conseguir executar suas tarefas como antigamente.

– Alguns pacientes podem ter uma queda de 20% a 30% na função pulmonar. Encontramos padrões semelhantes a um vidro fosco em todos eles, sugerindo que houve danos nos órgãos – declarou.

Infectologistas ampliam os estudos para analisar se o novo coronavírus pode realmente provocar sequelas e se essas são irreversíveis. As imagens abaixo mostram a perda de função pulmonar de infectados.

Manchas brancas em Raio X de paciente com coronavírus mostram perda de função Foto: RSNA
Manchas brancas em Raio X de paciente com coronavírus mostram perda de função Foto: RSNA
Manchas brancas em Raio X de paciente com coronavírus mostram perda de função Foto: RSNA

Leia também1 Titi Müller deixa programa por causa do coronavírus
2 Coronavírus pede home office e muda mercado de trabalho
3 RJ registra primeiro paciente com Covid-19 em estado grave

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.