Bruno Covas tem alta adiada após surgimento de coágulos

"O maior medo é a doença ganhar essa", disse o prefeito de São Paulo

Pleno.News - 04/11/2019 11h21

Bruno Covas foi entrevistado pelo Fantástico ao lado do filho Tomás Foto: Reprodução

A alta do prefeito de São Paulo, Bruno Covas, que estava marcada para o meio-dia desta segunda-feira (4) foi adiada. Bruno está internado no Hospital Sírio-Libanês para tratamento contra um câncer no trato digestivo com metástase no fígado.

O ecocardiograma, realizado neste domingo (3), mostrou novos coágulos no no átrio direito e no cateter usado na quimioterapia. Covas fez a primeira sessão de 30 horas de quimio e fará mais duas no intervalo de duas semanas.

Na manhã desta segunda, o diretor de cardiologia do Hospital Sírio-Libanês, o cardiologista Roberto Kalil, pediu uma tomografia. O exame indicou que os coágulos dos pulmões tiveram uma melhora. A formação de coágulos é mais comum em pacientes com câncer.

Bastante esperançoso, Covas concedeu entrevista ao Fantástico deste domingo. Acompanhado pelo filho Tomás Covas Lopes, ele disse que ainda tem muito tempo para passar ao lado dele.

– Quero de novo levar meu filho pra ver um jogo do Santos. É o que ele mais gosta de fazer e, se é o que ele mais gosta de fazer, é o que eu mais gosto de fazer também. O maior medo é claro, é não vencer, o maior medo é a doença ganhar essa. Mas eu estou muito confiante e, graças a Deus, tive uma boa reação à primeira sessão de quimioterapia. Vou sair dessa, vou vencer mais essa.

LEIA TAMBÉM+ Grupos levantam outdoors de apoio ao pacote anticrime
+ Silvio Santos diz sobre esposa: 'A porcaria que tenho em casa'
+ Família de Gabriel Diniz quer construir museu do cantor


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo