Leia também:
X Em relatório, órgão da ONU critica liberação da maconha

Britânico se torna a segunda pessoa curada de Aids

Primeiro caso foi registrado em 2007 e o paciente vive sem o vírus até hoje

Rafael Ramos - 06/03/2019 22h01 | atualizado em 07/03/2019 09h22

Universidade de Cambridge registra segunda pessoa curada de Aids Foto: Reprodução

Um homem britânico, cuja identidade está sendo protegida, seria a segunda pessoa adulta curada de Aids. A informação foi confirmada por médicos e pesquisadores da Universidade de Cambridge, na Inglaterra. A equipe concluiu que o vírus HIV-1 desapareceu do corpo do paciente.

O paciente tinha um tipo de câncer no sangue e recebeu um transplante de células-tronco de medula óssea. Sem saber, o doador tinha uma mutação que o tornava resistente ao vírus da Aids. Indícios do vírus praticamente não foram encontrados no corpo do britânico quase três anos após o procedimento.

Timothy Brown foi o primeiro paciente curado do HIV, em 2007 Foto: Reprodução

Esta é a segunda vez que o caso é visto por meio da doação de medula. Em 2007, o americano Timothy Brown, conhecido como “o paciente de Berlim”, foi submetido ao mesmo transplante. Hoje, ele vive nos Estados Unidos e ainda está livre do HIV.

— Ao alcançar a remissão em um segundo paciente usando um método semelhante, mostramos que o “paciente de Berlim” (submetido ao mesmo tratamento há 12 anos) não era uma anomalia. Não há vírus ali que consigamos medir. Não conseguimos detectar nada – declarou Ravindra Gupta, autor do estudo e professor na Universidade de Cambridge.

Leia também1 Em relatório, órgão da ONU critica liberação da maconha
2 Brasil é o 3º no ranking de países com surto de sarampo
3 Leite materno pode ajudar a prevenir dermatite em bebês

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.