Leia também:
X Justiça proíbe pai não vacinado de visitar a filha de 1 ano

Bolsonaro zera imposto de remédio para tratar o câncer

Produtos de acessibilidade também tiveram os impostos reduzidos a 0%

Thamirys Andrade - 20/09/2021 17h21 | atualizado em 20/09/2021 17h34

Presidente Jair Bolsonaro Foto: PR/Alan Santos

O governo federal zerou os impostos de importação para medicamento contra o câncer e de dispositivos para pessoas com deficiência (PcD). O presidente Jair Bolsonaro compartilhou a notícia em uma rede social, antes de embarcar para Nova Iorque neste domingo (19).

O Atezolizumabe é um anticorpo monoclonal usado no tratamento do câncer metástico e teve redução tarifaria de 2% para 0%.

Além do medicamento, a decisão impacta produtos como próteses endoesqueléticas para as pernas, teclados e dispositivos de acessibilidade a computadores para pessoas com deficiência.

As medidas foram aprovadas na última quarta-feira (15) pelo Comitê-Executivo de Gestão (Gecex) da Câmara de Comércio Exterior (Camex) do Ministério da Economia.

A determinação inclui esses produtos na Lista Brasileira de Exceções à Tarifa Externa Comum (Letec) ou na Lista de Bens de Informática e Telecomunicações (Lebit).

Leia também1 Justiça proíbe pai não vacinado de visitar a filha de 1 ano
2 Saúde: Morte de adolescente não pôde ser relacionada à vacina
3 Queiroga admite que há "eventos adversos" relacionados à vacina
4 Pfizer diz que vacina é segura para crianças de 5 a 11 anos
5 Portugal aceita cartão de vacina do Brasil, menos CoronaVac

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.