CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Em SP, cavalo da PM pisa em bueiro e morre eletrocutado

Bebê de 8 meses é a 1ª morte por sarampo em 20 anos

"É uma doença que tem como ser evitada. Basta que haja a vacinação", disse o secretário Edmar Santos

Rafael Ramos - 14/02/2020 13h23 | atualizado em 14/02/2020 13h25

Sábado (15) será mais um Dia D da campanha de vacinação contra o sarampo Foto: Reprodução

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) confirmou a primeira morte por sarampo no Rio de Janeiro em 20 anos. Trata-se do bebê David Gabriel dos Santos, de 8 meses, que vivia no abrigo Santa Bárbara, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

David deu entrada no Hospital Geral de Nova Iguaçu no dia 22 de dezembro de 2019, com quadro de pneumonia, e morreu no dia 6 de janeiro. A informação foi divulgada pelo SES na noite desta quinta-feira (13). A confirmação veio a partir de duas análises de amostras de sangue do bebê.

– Isso traz para a gente uma situação de bastante perplexidade, uma vez que é uma doença que tem como ser evitada. Basta que haja a vacinação, que está disponível em todos os postos. Há 20 anos a gente não tinha uma morte por sarampo no estado do Rio de Janeiro – disse o secretário Edmar Santos.

A subsecretária de Vigilância em Saúde, Claudia Maria Braga de Melo, explicou que o bebê não foi vacinado porque, na época em foi feita a vacinação de rotina no abrigo, ele tinha menos de 6 meses de idade. Mais duas crianças e uma cuidadora que pegaram sarampo já estão curadas.

O Rio de Janeiro registrou 333 casos de sarampo em 2019. A campanha de vacinação contra a doença começou no dia 13 de janeiro e vai até 13 de março. Neste sábado (15), os postos estarão abertos para acompanhar o Dia D da Campanha Nacional do Ministério da Saúde voltada para as pessoas entre 6 meses e 59 anos de idade que não tiverem sido imunizadas ou não tenham tido sarampo anteriormente.

Maiores de 29 anos precisam apenas de uma dose da vacina. Crianças e jovens até 29 anos devem tomar duas doses. Caso a caderneta de vacinação da criança ou do adolescente não tenha o registro de duas vacinas para sarampo ou tríplice viral, a pessoa deve procurar o posto.

Leia também1 Brasileiros em quarentena em Anápolis receberão culto
2 Turistas idosos deixam navio em quarentena no Japão
3 EUA confirmam o 15º caso do coronavírus no país

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo