Autoridades acham material médico infectado com HIV

Plasma é usado em tratamentos do sistema imunológico afetados pela leucemia e hepatite

Pleno.News - 06/02/2019 10h39

Laboratório encontra HIV em material terapêutico Foto: Pixabay

Nesta quarta-feira (6), a Comissão Nacional de Saúde da China anunciou que foi encontrado um lote de plasma, usado em tratamentos do sistema imunológico, infectado com rastros do vírus HIV, que causa AIDS.

O material foi identificado por autoridades sanitárias do país que ordenaram a suspensão imediata de seu uso. Ao todo, 12 mil unidades do plasma foram descartadas.

Trata-se de um tratamento de imunoglobulina intravenosa produzido pela farmacêutica Xangai Xinxing e que é utilizado para tratar as deficiências causadas por doenças como leucemia e hepatite. A companhia rejeitou fazer comentários sobre estas informações, precisou o jornal independente.

Este novo escândalo ocorre em meio à desconfiança que existe entre os cidadãos chineses para seu sistema sanitário, que viveu outros casos de adulteração de fármacos. Em janeiro, centenas de pais protestaram após ser revelado que pelo menos 145 crianças tinham recebido vacinas contra a poliomielite vencidas na província de Jiangsu, no leste do país.

*Com informações da Agência EFE

LEIA TAMBÉM+ América Latina tem 500 mil pessoas que portam o HIV
+ China punirá experimentos genéticos que "violam a ética"
+ China mostra preocupação com manipulação genética


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo