ANS suspende venda de 51 planos de saúde no Brasil

Juntos, os planos atendem cerca de 600 mil beneficiários

Pleno.News - 07/06/2019 11h39

Mais de 50 planos de saúde foram suspensos Foto: Pixabay

A partir do dia 14 de junho, 51 planos de saúde não poderão ser vendidos ou receber novos clientes em todo o país, por determinação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

A medida, anunciada nesta sexta-feira (7), é consequência do Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento, que acompanha o desempenho do setor e atua na proteção dos beneficiários.

Juntos, os planos atendem cerca de 600 mil beneficiários, que ficam protegidos com a medida e têm mantida a garantia à assistência regular. Paralelamente à suspensão, a Agência liberou a comercialização de 27 planos de saúde de 10 operadoras que haviam sido suspensos anteriormente.

O Monitoramento da Garantia de Atendimento avalia as operadoras a partir das reclamações registradas pelos beneficiários nos canais da ANS. O objetivo do programa é estimular as empresas a garantir o acesso do beneficiário aos serviços e procedimentos definidos no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da ANS de acordo com o que foi contratado.

Assim, os planos suspensos só podem voltar a ser comercializados quando forem comprovadas melhorias.

– Ao proibir temporariamente a comercialização dos planos que estão sendo alvo de reclamações, a ANS obriga as operadoras a se esforçarem para garantir o acesso do beneficiário aos serviços que foram contratados. Somente com a adequação do atendimento, as operadoras poderão receber novos clientes – explica o diretor de Normas e Habilitação dos Produtos, Rogério Scarabel.

LEIA TAMBÉM+ É fake que furar os dedos com agulha salva de AVC. Entenda
+ Whindersson Nunes quer criar app que promove terapia
+ Insulina inalável de ação rápida é aprovada no Brasil


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo