CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Advogados analisam música de Ludmilla sobre maconha

Ravel, irmão de Rayssa, abre o jogo sobre carreira secular

"Eu continuo o mesmo", garante o artista que é pastor no Rio de Janeiro

Rafael Ramos - 02/01/2020 21h12

Ravel seguiu em carreira solo após fim da dupla com a irmã Rayssa Foto: Divulgação

Com 19 álbuns lançados, os irmãos Rayssa e Ravel surpreenderam o cenário musical ao anunciar o fim da parceria musical em 2018. Com mais de 30 anos de carreira, Rayssa assumiu o sobrenome Peres e lançou dois singles pela Universal Music. Já Ravel seguiu na Graça Music, gravadora da qual já fazia parte antes do fim da dupla.

No primeiro semestre de 2019, o cantor lançou o álbum Um Novo Tempo. A produção ficou por conta de Rogério Vieira, que mesclou o estilo pentecostal com uma pitada de música sertaneja. Entretanto, no dia 21 de dezembro, Ravel anunciou sua nova parceria musical com o cantor sertanejo Kell. Inclusive, o Instagram oficial da dupla traz o anúncio do lançamento de um DVD.

Procurado pela reportagem do Pleno.News, Ravel falou sobre a mudança na carreira e revelou que muitos pastores sumiram quando ele iniciou o canto solo. Apesar da ida para o secular, Ravel – que também é pastor – garante que se mantém firme em sua fé cristã.

Pra começar, o que levou ao fim da dupla com sua irmã Rayssa depois de tantos anos de caminhada?
Foi uma decisão que ela tomou sozinha. Um dia a Rayssa me chamou e disse que era desejo do coração dela seguir carreira solo. Eu respeitei a decisão dela assim como temos que respeitar a decisão de cada um. Não que o fim da dupla não tenha me abalado porque não esperava por isso, mas respeitei. Todos ficaram em choque, pois éramos uma dupla muito conhecida e, mesmo com um fluxo de agenda baixo, éramos queridos por muitos.

Você tem acompanhado a carreira da sua irmã?
Vejo algumas coisas pelo Instagram.

Como foi iniciar a carreira solo?
Não foi eu quem quis carreira solo e, respondendo sua pergunta, foi extremamente difícil. Lancei um CD – Um Novo Tempo – mas não tive agenda. Os pastores que se diziam “amigos” sumiram, e hoje me julgam.

Como você e Kell se conheceram? Já estão tendo muitas agendas?
Nós nos conhecemos através de amigos em comum e temos trabalhado bastante.

Cantor agora faz dupla com o sertanejo Kell Foto: Divulgação

Como vai ser lidar com o ministério pastoral e a carreira secular?
É isso que muita gente não entende! Eu continuo o mesmo! Sou vinculado à Assembleia de Deus em Barracão, bairro de São Gonçalo, no Rio de Janeiro. Tenho um pastor que compreende meu trabalho e não sou o único músico da igreja que trabalha no secular. Outros irmãos já trabalham há muito mais tempo que eu e também continuam crentes. Você não pode perder é a sua identidade e deixar de saber quem você é em Cristo.

Quais são os próximos planos daqui pra frente?
Os planos daqui para frente são continuar trabalhando, mas nunca perder a fé.

Leia também1 Justin Bieber anuncia data de lançamento de single inédito
2 Cantora Mariah Carey tem rede social hackeada
3 Lucas Lucco canta hit de Regis Danese em festa de Réveillon

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo