Presidente do Grupo MK de Comunicação, Yvelise de Oliveira costuma escrever crônicas sobre as suas experiências e percepções a cerca da vida. Há alguns anos lançou o livro Janelas da Memória, um compilado de seu material. Atualmente está em processo de finalização de uma nova obra, Suspiros da Alma.

14/08/2018

A morte entrou pela porta e sentou na minha sala

“Essa senhora sinistra” se instalou confortavelmente. Um garrote apertou a minha alma

07/08/2018

A dor de viver

Fazia tantos anos que eu não sentia mais a perda de meu filho... Livrara-me das culpas, das memórias...

31/07/2018

Momentos de ternura

Há momentos em que não existe lugar para a gente orar, reconfortar, abraçar quem não quer falar, mas quer apenas o carinho de um ombro amigo

24/07/2018

O que é que faz você mais feliz?

Hoje, desafio a mim mesma a responder o que me faz mais feliz?

17/07/2018

Cotidiano

Queria voar. Deve ser bom voar no vento, leve como um pássaro. Ver as coisas por novos ângulos

10/07/2018

Gostar... de gente

Eu gosto da vida! Gosto de gente, gosto de vocês

03/07/2018

A dor com dor se cura

Nunca se pode desistir da felicidade de saber que quando tudo falha, Deus não vai falhar. Ele não falha nunca

26/06/2018

Sinto tanto...

Sinto saudades do meu sorriso aberto, franco, um gargalhar borbulhante, minhas mãos que se estendiam confortando, acreditando que tudo iria dar certo

19/06/2018

Há um medo dentro de mim

Quem na vida não tem um espinho na carne? Seja qual for, ele vai incomodar, não o tempo todo, mas de súbito, sem aviso prévio, se apoderará de você

12/06/2018

Como vou viver sem você?

E quando a sua metade é arrancada assim, sem aviso, tudo tão brusco? Como aprender a viver sem você?

05/06/2018

Cobranças

É preciso ter a compreensão de que ninguém vive a vida do outro

29/05/2018

Saudade

A saudade é a caverna da alma, o lugar da dor imensa

22/05/2018

Nossa lagoa, em dias de sol

Vou fantasiar um pouco. Preciso desses momentos de infinita beleza para aguentar as manchetes aterrorizantes dos jornais todos os dias

15/05/2018

Coração Miudinho

Minha mãe tinha muitas frases e ditos que já não escuto mais e, para minha surpresa, a nova geração não sabe o que significa

08/05/2018

Crescendo juntas

Eu sei que fiz o melhor que pude. As mães quase sempre tentam fazer o melhor

01/05/2018

Opinião Yvelise de Oliveira: Decidi pela vida

Decidi pela vida. Não foi fácil, mas eu decidi

24/04/2018

Opinião Yvelise de Oliveira: Segredos da Alma

Você se despedaça por dentro e embora o rosto pareça abatido, não há como explicar o que a alma sofre

17/04/2018

Opinião Yvelise de Oliveira: Bichos: janelas para o meu coração

O gatinho que cresceu e já não é mais bonitinho; o cachorro velho, cego e doente, que dá muita despesa no veterinário. Pessoas que simplesmente deixam, no meio da rua, seus animais. Por quê?

10/04/2018

Opinião Yvelise de Oliveira: Outono, meu outono

Como obedecendo a uma mágica, todo o bosque se tornou dourado

03/04/2018

Opinião Yvelise de Oliveira: Luiza… Como foi acontecer?

Meu peito dói de tanto amor contido, represado, não sei porquê, eu sempre tão autêntica e sem medo da vida, me sinto como uma menina diante de você

27/03/2018

Opinião Yvelise de Oliveira: Se não sou doce...

Amarga também sou...

20/03/2018

Opinião Yvelise de Oliveira: Buscadora de vida

“Buscadores” são pessoas difíceis. Estão sempre mentalmente ocupadas com pensamentos e ficam obstinadas em encontrar algo que as surpreenda

13/03/2018

Opinião Yvelise de Oliveira: Minha busca

Precisamos buscar o amor com o coração puro

06/03/2018

Opinião Yvelise de Oliveira: Conduzindo nossas vidas

Como dosar o trabalho, a felicidade e a vida? E, nesse coquetel de ingredientes tão diferentes, conseguir a mistura quase perfeita?

27/02/2018

Opinião Yvelise de Oliveira: Silêncio

Quero o silêncio. Há tanto para ser dito, mas nem sempre precisa ser falado. Apenas sentido

20/02/2018

Opinião Yvelise de Oliveira: Um novo amanhecer

Vou mudar o meu foco, ter uma nova visão. Vou reaprender a ser feliz

13/02/2018

Coluna Yvelise de Oliveira: Foram anos dourados

Fiz parte dos chamados “anos dourados”. Um tempo de inocência, de dançar de rostinho colado e mãos entrelaçadas, sob os atentos olhares de tias e mães

06/02/2018

Coluna Yvelise de Oliveira: Noite linda…

Beleza absoluta todos os dias, o Senhor nos mostra, mas eu nem sempre olho com afeto e agradecimento, para o que Deus todos os dias nos oferece, só por amor

30/01/2018

Coluna Yvelise de Oliveira: A criança que vive em nós

Gosto de saber que o mundo e toda a maldade que nele existe não conseguirão destruir a menina, a criança que vive em mim

23/01/2018

Coluna Yvelise de Oliveira: Escapando

Às vezes, recebo de Deus bênçãos tão grandes e desafiadoras que penso em ignorá-las — mas quem pode ignorar o que Deus determina?

16/01/2018

Coluna Yvelise de Oliveira: Árvores urbanas - não as deixem morrer

Cortaram uma árvore imensa com um tronco grosso que “sangrou” sua seiva por dias, como um protesto por morrer assim, sem motivo; só por ser cheia de vida, grande e bela

09/01/2018

Coluna Yvelise de Oliveira: De gato, eu entendo

Pensar que entendo de gatos é pura pretensão. Cada gato tem uma forma de agir e ser conforme o seu caráter e sua personalidade

02/01/2018

Coluna Yvelise de Oliveira: Quero viver algo novo

Eu já decidi: Vou vivenciar algo novo neste novo ano

26/12/2017

A virada do ano

O ano novo traz sempre um vento novo cheio de promessas, de boas-novas, um clima de amor no ar, um sorriso em cada rosto

19/12/2017

Natal, natal, natal

A demonstração de fé simples e concreta mexe com o íntimo das pessoas, não importa a crença que possam ter. A fé em Deus nos une

12/12/2017

Janelas abertas

Novas janelas estão abertas para tudo que vier me trazer pequenas alegrias

05/12/2017

Donos do meu coração

Amo profunda, terna e totalmente todos os cães e gatos que dividem espaço no meu planeta

28/11/2017

Basta um gesto

Se existe amizade e ela é sincera, sempre pode haver um recomeço. Isso é um alívio para o coração

21/11/2017

Lagoa: cauda do céu

O que é belo é sempre diferente, estarrece, sombras e luz

14/11/2017

Casamento é coisa séria

São corpos e mentes que precisam aprender a conviver e a respeitar o ritmo de cada um

07/11/2017

Faço de conta… que não sei contar

Tem gente que empaca nos 58, leva uns cinco anos para fazer 59. É aquele tipo: “Faço de conta que não sei contar...”

31/10/2017

Rasga coração, deixa Deus entrar

Quando o poço do inferno ruge aos nossos pés, somos verdadeiramente provados e vemos a imensidão do amor de Deus

24/10/2017

Sem ponto de contato

O que nos faz manter uma relação com o outro é podermos ter algo em comum. É mantermos um ponto de contato

17/10/2017

Corujinhas

Quando as vi pela primeira vez, eram duas...

10/10/2017

As Velhinhas

Com amor e uma grande dose de carinho meu olhar segue as “velhas senhoras” e as descobre

03/10/2017

Coisas que alegram o coração

A praia e o mar me dão uma sensação de liberdade que não consigo definir

26/09/2017

Jeito Ipanema de ser

É uma forma de viver, um jeito de ser e deixar ser, há uma leveza no ar

19/09/2017

Amigos, quero sempre tê-los

Como é bom respirar fundo e lembrar que se tem aquela amiga que nunca nos deixou na mão

14/09/2017

Ousar no amor

O amor é para ser vivido a dois, com simplicidade, sem exigir perfeição.

Quem escreve