A importância do lar temporário

Um espaço na sua casa que você cede para abrigar uma família de animais

Vinícius Cordeiro - 15/09/2017 10h46

A importância do lar temporário / Foto: Pixabay

Os abrigos de animais normalmente estão superlotados, o que reduz a qualidade de vida deles, assim como a possibilidade de adoção. Desta forma, a criação dos lares temporários auxilia os abrigos, uma vez que podem proporcionar uma vida mais digna assim como maiores chances de adoção ao animal. O lar temporário também é uma solução para o caso de animais resgatados que ainda não foram abrigados em algum local específico.

Lar temporário é um espaço na sua casa que você cede para abrigar uma família de animais, uma ninhada ou animal adulto, até que se consiga um lar definitivo. Esses lares são de extrema importância social, pois evitam que o número de animais abandonados cresça dramaticamente, aumentando a efetividade do trabalho de proteção animal.

É de responsabilidade da pessoa que disponibiliza o lar temporário cuidar da saúde do animal e fazer sua ressocialização, pois muitos são traumatizados pelos maus tratos que sofreram. Muito amor, paciência, alimentos saudáveis, água, vermífugos, medicamentos contra pulgas e carrapatos e vacinas são essenciais para a recuperação do animal. A visita ao médico veterinário também é de extrema importância para evitar ou tratar eventuais problemas de saúde.

Há a possibilidade de se fazer esse trabalho em associação com os abrigos, ONGs ou de forma independente. Amigos, protetores de animais, ativistas e abrigos podem ser acionados a ajudar esses animais. Doações de medicamentos, rações, cobertores, camas, roupas, exames, cirurgias costumam ser pedidas para que o restabelecimento do animal ocorra de forma mais efetiva.

O tempo que o animal ficará nesses lares varia muito. Alguns não têm tanta sorte e ficam por mais tempo. Filhotes, geralmente, logo ganham lares, porém, os adultos, demoram mais tempo. Recomendamos que os animais somente sejam doados após estar castrados para evitar sua reprodução, e assim reduzir a possibilidade de abandono e população de rua.

Ajude o trabalho da proteção animal: se você dispõe de espaço, carinho e cuidados, disponibilize-se para ser um lar temporário dos animais resgatados ou abandonados.


Vinicius Cordeiro é advogado, ex-Secretário de Proteção Animal do Rio de Janeiro.
Bruna Franco é ativista, dirigente da ONG Celebridade Pet.