O futebol nas mídias sociais

Seguidores versus interações nas redes

Sergio du Bocage - 30/08/2017 10h36

O futebol nas mídias sociais / Foto: Pixabay (adaptação)

Essa semana fui premiado com a oportunidade de dar uma palestra sobre a participação dos clubes de futebol nas mídias sociais para associados e parceiros da Associação Brasileira de Mídias Evangélicas (ABME), como parte das comemorações pelos 30 anos da MK Music. Foi legal não só pelo momento, como também pelo que descobri desse mundo virtual, que resolvi repassar para vocês.

Os clubes de maior torcida, com posições invertidas, são os que têm mais seguidores: Corinthians e Flamengo. De acordo com pesquisa de julho/17 do Ibope/Repucom, eles superam os 18 milhões de seguidores, sendo mais de 11 milhões no Facebook, e o restante distribuído por Twitter, Instagram e YouTube.

No Brasil, o software de monitoramento digital Torabit fez um levantamento de dados sobre esse engajamento virtual entre torcidas e clubes. Quem curte, comenta e compartilha mais as publicações dos perfis oficiais de seu time? Quem interage mais? O Corinthians, líder de seguidores, aparece só em 7º lugar nessa pesquisa. O Flamengo, o segundo, é o quarto em interações. E o “campeão” é o Botafogo, que no ranking do Ibope é apenas o 14º, com 2,6 milhões de seguidores.

A consultoria em redes sociais “Deportes e Finanças” apresentou um ranking de clubes, no mundo, que têm mais interações no Facebook. O líder é o Real Madri, da Espanha; o Corinthians aparece em 4º lugar; o Flamengo, em 5º; mas a surpresa vem no 6º lugar – o Besiktas, da Turquia, que tem apenas 6 milhões de seguidores, com 3,33 milhões de curtidas, bem mais que o Arsenal, da Inglaterra, com “apenas” 2,76 milhões de seus 38 milhões de seguidores.

Por que isso acontece: menos seguidores e mais interações? A resposta é sua, torcedor.


Sergio du Bocage é carioca e jornalista esportivo desde 1982. Trabalhou no Jornal dos Sports, na TV Manchete e na Rádio Globo. É gerente de programas esportivos da TV Brasil e apresenta o programa “No Mundo da Bola”.