Coluna Sérgio Du Bocage: O calendário de 2018

Se prepare porque o calendário do futebol neste novo ano será bem apertado. Haverá competições para todos os gostos

Sergio du Bocage - 03/01/2018 08h00

E aqui estamos, em pleno 2018. Já olhou o calendário? Não esse, que vai de janeiro a dezembro, sempre se repetindo, ano após ano. Digo o calendário do futebol brasileiro, que se mistura com o sul-americano e, este ano, com o mundial, já que teremos uma Copa no meio do ano. Esse está uma confusão.

Pra começar bem, as férias dos jogadores não serão de 30 dias, mas de 15. Os tão mal falados Estaduais estão mantidos, com 18 datas reservadas para eles a partir de 17 de janeiro. Sendo que Vasco e Chapecoense, na segunda fase da Libertadores, já começam a ter jogos decisivos dia 31 – e aí, você acha que eles vão priorizar o quê no início da temporada?

A Copa do Brasil também começa dia 31 de janeiro, atropelando os estaduais. E vai até 23 de maio quando para para a Copa do Mundo, voltando em agosto. Se você achou bom, fique sabendo que o Brasileirão começa dia 15 de abril e vai até 13 de junho, dois dias antes da abertura da Copa! E mais – sem paralisação para as chamadas Datas Fifa, quando alguns jogadores são convocados para suas seleções nacionais e por isso, até este ano, não havia jogos por aqui (no primeiro semestre serão quatro datas, duas em março e duas em junho).

Então já vimos que, em abril, por exemplo, teremos o fim dos Estaduais, a Copa do Brasil e o Brasileirão, e a Libertadores, com jogos até 23 de maio. Bem legal, né? Mas ainda há espaço, e a Copa Sul-Americana vai de 11 de abril até 9 de maio, parando para a Copa.

Haja cabeça para saber que competição está sendo realizada, em cada meio de semana – pois, em tese pelo menos, os fins de semana serão ou dos Estaduais ou do Brasileirão.

A Copa da Rússia vai de 15 de junho a 15 de julho. A bola segue rolando por aqui, ao menos nas séries C e D do Brasileiro. E depois dela…

Bem, anote aí: o Brasileirão vai de 18 de julho a 9 de dezembro; a Copa do Brasil, de 1º de agosto a 17 de outubro; a Copa Libertadores, de 8 de agosto a 28 de novembro; e a Copa Sul-Americana, de 1º de agosto a 12 de dezembro.

Gostou? Então programe-se e escolha o que vai querer ver. Não faltam opções. E a quem organizou tudo isso, não vale reclamar se algum time priorizar uma ou outra competição, abrindo mão de alguma disputa de título. É impossível querer ganhar todos num ano só.

 

Sergio du Bocage é carioca e jornalista esportivo desde 1982. Trabalhou no Jornal dos Sports, na TV Manchete e na Rádio Globo. É gerente de programas esportivos da TV Brasil e apresenta o programa “No Mundo da Bola”.