Há vagas para jovens na Seleção

Dizem que não haverá surpresas e que os chamados já terão passado por algum teste na equipe com o treinador. Mas, não haveria espaço para um jovem nesse grupo?

Sergio du Bocage - 09/05/2018 14h00

A lista definitiva de convocados para a Copa do Mundo será apresentada nesta segunda-feira, dia 14. O técnico Tite vai revelar, na verdade, os sete nomes que faltam para o Mundial, já que 16 dos 23 já estão confirmados. Dizem os mais próximos ao dia a dia da Seleção que não haverá surpresas e que os chamados já terão passado por algum teste na equipe com o treinador. Mas, não haveria espaço para um jovem nesse grupo?

Historicamente, a Seleção não usa nas Copas todos os convocados. Há vários campeões do mundo que não jogaram no Mundial, destaque para Pepe, que é bicampeão do mundo, em 58 e 62, sem ter jogado um minuto sequer. Em 58, Moacir e Oreco também não entraram em campo. Em 62, Zequinha, Jair da Costa, Jair Marinho, Coutinho, Jurandir e Mengálvio não jogaram, o que aconteceu com Ado, Baldochi e Dario, em 70. Em 94, Zetti, Gilmar Rinaldi, Ronaldo e Ronaldão foram campeões sem jogar nos Estados Unidos. E em 2002, o goleiro Rogério Ceni não jogou.

Somando o fato de que, em 94, Fenômeno foi chamado e não jogou; em 2002, Kaká foi o jovem relacionado, e depois dali brilhou no exterior; e que em 2010, Neymar não foi chamado porque Dunga levou uma das seleções mais “velhas” da história, a presença de um jovem cabe perfeitamente na lista. E a Alemanha de 2014 é um exemplo que ainda está na memória.

Quem seria esse garoto? Tem vários: o Arthur, do Grêmio, é quem aparece com mais chances, mas tem o Maycon (Corinthians), Vinícius Júnior e Lucas Paquetá (Flamengo) e Paulinho (do Vasco e agora vendido para o Bayer Leverkussen, mas está contundido).

Eu gostaria de ter essa surpresa. E você?

Sergio du Bocage é carioca e jornalista esportivo desde 1982. Trabalhou no Jornal dos Sports, na TV Manchete e na Rádio Globo. É gerente de programas esportivos da TV Brasil e apresenta o programa “No Mundo da Bola”.