Fazendo contas

As contas já começaram a ser feitas. Quem será o campeão e quem serão os rebaixados? Mas a frieza dos números deve ser levada em conta no Brasileirão?

Sergio du Bocage - 12/09/2018 12h58

O Campeonato Brasileiro ainda não está na reta final, mas já passou da metade e, por isso, tem gente fazendo contas. Os matemáticos estão de volta, com projeções de títulos, rebaixamento, classificação para a Copa Libertadores e outras coisas mais.

Particularmente, acho bem interessante, gosto de números, mas pensando friamente, e na máxima de que “futebol não tem lógica”, como acreditar que o percentual apontado hoje deve ser levado em consideração?

O futebol, como qualquer esporte, não é frio como os números. Nesse momento faltam 14 rodadas para o fim do campeonato, 42 pontos em disputa, e o Internacional, de acordo com o matemático Tristão Garcia, aparece com 42% de chances de ser o campeão.

Quem vai levar a taça do Campeonato Brasileiro 2018? Foto: CBF/Divulgação

Para tristeza dos rubro-negros, o quarto colocado, o índice do Flamengo é de apenas 3%. E por que isso? Pela análise, pelo desempenho nas últimas rodadas, pelos jogos que o Internacional vai fazer em casa, pelos adversários que terá pela frente, entre outros.

Mas você já reparou em quantos tropeços os líderes do Brasileirão já deram? Será que não teremos outros? Os exemplos já vividos – e o mais famoso é do Fluminense, em 2009, com 99% de risco de queda, campeão brasileiro em 2010 – mostram que os números são legais para discussão, mas não para afirmação do que vai acontecer.

Da mesma forma na parte de baixo. Paraná, Sport, Chapecoense, Ceará e Vasco lutam para fugir das quatro vagas para a Série B. Não é possível acreditar numa reação de algum(ns) dele(s)? Ou na queda acentuada de outra equipe?

Então, vamos fazer contas, porque é divertido, mas tenhamos os pés no chão para avaliar, a cada rodada, as possibilidades de cada um. Aliás, os números também variam bastante a cada três pontos disputados.

De certo é que, em 12 anos, o campeão do turno foi campeão brasileiro em nove oportunidades. E nesses mesmos 12 anos, o último colocado do turno acabou rebaixado todas as vezes. Então, torcedores do São Paulo, mantenham a confiança; e vocês, do Paraná, mantenham a esperança.

Sergio du Bocage é carioca e jornalista esportivo desde 1982. Trabalhou no Jornal dos Sports, na TV Manchete e na Rádio Globo. É gerente de programas esportivos da TV Brasil e apresenta o programa “No Mundo da Bola”.

Clique para receber notícias
WhatsApp
Envie sugestões por WhatsApp
+55 (21) 97150-9158