CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Coluna Elaine Cruz: Amar e gostar

Coluna Ricardo Pinudo: Eclipse no céu do esporte

Quando a Lua se interpõe entre o Sol e a Terra acontece um eclipse. E o que seria um eclipse no esporte? Na vida?

Ricardo Pinudo - 25/01/2018 10h31

Existe um fenômeno muito raro no universo que acontece de tempos em tempos, mas que é visto em vários lugares do mundo, chamado de eclipse lunar. É quando a Lua se interpõe entre o Sol e a Terra, obstruindo a iluminação solar sobre uma faixa terrestre. O próximo acontecerá nesta quarta-feira, 31 de janeiro, mas será visível somente na Ásia, Austrália, Pacífico e América do Norte.

Sabemos que o eclipse lunar tem a duração de apenas alguns minutos; mas esses minutos são o suficiente para o pequeno astro noturno, que não possui luz própria, chamar toda a atenção roubando a cena do astro rei, o qual é a absoluta referência de todo o sistema solar.

Mas esse evento também pode ser visto no céu do esporte, e infelizmente não é algo raro, acontece diariamente. A toda hora vemos alguém querendo, por alguns momentos, aparecer mais que os verdadeiros astros que são os atletas. São pessoas buscando atrair os holofotes da mídia para iluminar suas vaidades sem luz própria, indo além do que deveriam.

Sejam os dirigentes, em suas enroladas deliberações e articulações sem nenhum fair play político, para se manterem no poder de um clube ou federações. Seja um árbitro frustrado por não ter sido atleta. Ou um jornalista querendo uma promoção para sua matéria maior do que de seu o entrevistado. Também um empresário querendo enriquecer primeiro que o jogador. E, casos de muita gente que não semeou no esporte querendo colher mais que o esportista. Ainda tem aquele que chegou agora, querendo sentar na janela no lugar de quem já está voando bem antes dele.

Já falamos sobre o eclipse no sistema físico, também na realidade do mundo esportivo. Mas se fizermos uma análise e pensarmos no Sol como Deus, a Lua sendo nós e a Terra como as pessoas no mundo, podemos chegar a uma grande reflexão: no momento que você se coloca na frente de Deus assumindo seu lugar em relação às pessoas, O estará impedindo de chegar até elas.

A isso eu chamo de eclipse espiritual; que é quando o orgulho, a prepotência, o possessividade, o materialismo falam mais alto, tirando você da rota normal. E então se percebe que a luz absoluta do grande Sol fica obstruída pelas suas ações, e assim você descobre, definitivamente, que não possui luz própria.

Na Bíblia, no livro de Malaquias encontramos: “Nascerá o Sol da Justiça e Salvação trará debaixo de suas asas”. Essa é uma citação em relação a Jesus Cristo. Agora, pare um pouco e olhe para DEUS, e veja se você não está impedindo alguém de receber a luz do Grande SOL DA JUSTIÇA.

Pense nisto!

 

Ricardo Pinudo foi jogador de Futebol em vários clubes do Rio. É formado como Treinador de Futebol pela Escola de Educação Física do Exército (Urca, RJ) e em Teologia pelo Seminário Betel. É fundador e coordenador do projeto Craques da Paz.