CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Óculos escuros, um charme que expressa personalidade

Um casal cristão pode se separar por incompatibilidade de gênios?

"Rola até um tipo de química sexual, mas discutimos muito"

Renato Vargens - 19/02/2020 10h37

Volta e meia ouço alguém dizendo: “A gente não se bica, rola até um tipo de química sexual, mas discutimos muito. Tudo bem que somos cristãos, mas, o que adianta discutirmos o tempo todo, não é melhor o divórcio?”

Não. Não é. As Escrituras dizem que Deus odeia o divórcio, (Malaquias 2:16) Ademais, ela não dá margens para que a chamada “incompatibilidade de gênios” separe um casal que se diz cristão proporcionando a ele um novo casamento. Lamento afirmar que aqueles que separam por esse motivo e casam-se novamente, encontram-se diante de Deus em adultério, pecando portanto contra o Senhor e sua Palavra.

O que fazer então? O casal tem que viver por toda a vida infeliz? Não. Claro que não. À luz da Palavra de Deus, e mediante de graça de Cristo, o casal pode superar as crises, aprendendo a conviver de forma saudável onde o amor e o respeito prevalecem sobre a discórdia.

Renato Vargens é pastor sênior da Igreja Cristã da Aliança em Niterói, no Rio de Janeiro e conferencista. Pregou o evangelho em países da América do Sul, do Norte, Caribe, África e Europa. Tem 24 livros publicados em língua portuguesa e um em língua espanhola. É também colunista e articulista de revistas, jornais e diversos sites protestantes.

Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo