Leia também:
X Sentimento de injustiça e impotência deixa a população desiludida e com medo

Resposta ao pastor André Valadão, que apoia o culto pet

Ele justificou a sua opinião afirmando que Paulo fez tudo para ganhar os incrédulos

Renato Vargens - 27/10/2021 15h30

Resposta ao pastor André Valadão, que apoia o culto pet Foto: Pixabay

O pastor André Valadão respondeu uma indagação sobre culto PET dizendo que é algo sensacional. Ele justificou a sua opinião afirmando que Paulo fez de tudo para ganhar os incrédulos.

Ora, isto significa dizer que Paulo estaria disposto a macular o culto público ou até mesmo inventar bobagens para ganhar os incrédulos?

Claro que não, visto que as Escrituras jamais defenderiam a relativização da Palavra de Deus.

Não consigo imaginar Paulo organizando uma escola de samba gospel ou subindo num palco e cantando o pior tipo de funk. Ademais, não creio que o evangelho precise de subterfúgios de entretenimento para alcançar o pecador, porque Cristo é suficiente!

Diferente do que André Valadão acredita, Paulo não estava dizendo nesse texto que ele usava de subterfúgios ou de mundanismos para evangelizar os incrédulos. O foco dele era outro. Então, vejamos.

“Fiz-me fraco para com os fracos.” Isso significa que Paulo não se colocava como alguém superior, arrogante ou superior àqueles com os quais ele dialogava. Na verdade, essa frase de Paulo aponta para o fato de que ele sabia conversar com qualquer pessoa no nível de compreensão dela. Paulo sabia se adaptar ao público que o ouvia e, por isso, tinha sucesso quando pregava – o que é muito diferente de “secularizar” o evangelho ou de ferir o princípio regulador do culto.

Portanto, ao fazer-se fraco para com os fracos, Paulo estava usando da sabedoria de Deus na missão de evangelizar e de comunicar-se com um mundo caído, sem, contudo, macular a Palavra do Senhor.

 

View this post on Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Renato Vargens (@renatovargens)

Renato Vargens é pastor sênior da Igreja Cristã da Aliança em Niterói, no Rio de Janeiro e conferencista. Pregou o evangelho em países da América do Sul, do Norte, Caribe, África e Europa. Tem 32 livros publicados em língua portuguesa e um em língua espanhola. É membro dos conselhos do TGC Brasil e IBDR.

* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.
Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.