Quando a mulher do pastor quer mandar na igreja

Em nome do feminismo, um número incontável de mulheres tem se insurgido contra o ensinamento bíblico de que a esposa deve auxiliar o marido na tarefa de edificar a família

Renato Vargens - 18/03/2019 16h20

Não são poucas as esposas de pastores que acreditam que devem e podem mandar na Igreja Foto: Pixabay

Existem mulheres de pastores que são complicadíssimas!

Ouso afirmar que, em nome do feminismo, um número incontável de mulheres tem se insurgido contra o ensinamento bíblico de que a esposa deve auxiliar o marido na árdua, porém sublime tarefa, de edificar a família. Se não bastasse isso, muitas destas, imbuídas por um “coronelismo machificado” decidiram mandar no lar, determinando arbitrariamente tudo aquilo que seu cônjuge ou filhos devem fazer. Para piorar a situação, não são poucas as esposas de pastores que, em nome de uma espiritualidade deteriorada, acreditam que devem e podem mandar na Igreja, atropelando a todos aqueles (inclusive o pastor) que porventura estiverem em seu caminho.

Há pouco eu soube de uma igreja onde a esposa do pastor mandava e desmandava. Nessa comunidade, era comum o pastor orientar a igreja de uma forma e a esposa de outra. Claro que não prestou! Em pouco tempo boa parte dos membros daquela igreja abandonaram a comunhão alegando que era muito difícil conviver com mulher autoritária.

Caro leitor, lamentavelmente situações deste tipo são muito comuns em algumas igrejas. Infelizmente, muitas mulheres, por possuírem uma visão distorcida do papel da feminilidade, colocaram os pés pelas mãos trazendo sobre suas vidas, famílias e igrejas, problemas quase que irremediáveis.

Sem a menor sombra de dúvidas a esposa do pastor tem um papel preponderante na edificação da Igreja, afinal de contas, ela está casada com o pastor. No entanto, apesar dela poder ajudar o marido nas demandas ministeriais, é importante que entenda que a palavra final ou decisão pastoral cabe ao seu esposo e não a ela. Além disso, vale a pena ressaltar que o fato de uma mulher auxiliar o marido na missão de criar filhos não concede a ela AUTORIDADE sobre a Igreja de Cristo.

Isto posto, rogo às mulheres esposas de pastores que avaliem à luz das Escrituras de que forma têm se comportado na Casa de Deus, mesmo porque, agindo dessa forma, o nome do Senhor será glorificado.

Pense nisso!

Renato Vargens é pastor sênior da Igreja Cristã da Aliança em Niterói, no Rio de Janeiro e conferencista. Pregou o evangelho em países da América do Sul, do Norte, Caribe, África e Europa. Tem 24 livros publicados em língua portuguesa e um em língua espanhola. É também colunista e articulista de revistas, jornais e diversos sites protestantes.

Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo