O que fazer quando os problemas se avolumam sobre a cabeça?

As Escrituras estão repletas de poderosas promessas a respeito de um Deus que intervém em nossos dramas e dilemas

Renato Vargens - 16/01/2019 10h12


A vida nos destina surpresas nem sempre agradáveis. Existem determinados momentos na vida em que sentimos que o mundo praticamente desabou sobre a nossa cabeça. É um problema com um filho, uma enfermidade, uma crise conjugal, o desemprego, enfim, o caos.

O profeta Jeremias, ao escrever o livro de Lamentações, experimentava, juntamente com a nação de Judá, um dos momentos mais dramáticos na história do povo de Deus.

A nação fora invadida por Nabucodonosor, rei da Babilônia, os palácios e o templo foram saqueados, milhares de pessoas foram assassinadas, a fome e a miséria tomaram conta dos muros de Jerusalém e até o canibalismo, prática abominável ao povo de Deus, foi cometido pelos moradores de Judá. Que quadro terrível! Todavia, foi neste momento que Jeremias fitou os seus olhos em Deus procurando trazer a si lembranças das promessas do Senhor. “Quero trazer à memória o que me pode dar esperança. As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; renovam-se cada manhã. Grande é a sua fidelidade” (Lamentações 3.21-22).

Provavelmente Jeremias se lembrou da poderosa mão do Senhor que, com poder, tirou o povo de Israel da escravidão do Egito. Com certeza ele recordou-se dos milagres de Jericó, quando na ocasião as muralhas desmantelaram-se como farinha diante da autoridade do Senhor dos Exércitos. O que dizer de Davi, o grande rei que subjugou os adversários de forma maravilhosa? E Salomão? Homem que fez de Israel uma nação poderosíssima, sem derramar uma gota de sangue. Com certeza ele trouxe à memória as palavras dos profetas que tantas vezes exortaram e admoestaram o povo do Senhor.

Caro leitor, é em momentos assim que necessitamos substituir os pensamentos de desânimo por aquilo que é puro, bom, agradável e de boa fama (Fl 4.8). Em instantes como os narrados por Jeremias, somos tentados a achar que Deus não se preocupa com a dor que estamos experimentando. Ledo engano! As Escrituras estão repletas de poderosas promessas a respeito de um Deus que intervém em nossos dramas e dilemas.

Prezado amigo, a Palavra do Senhor, quando encontra espaço em nosso coração, produz esperança que, consequentemente, nos desafia a acreditar que o Senhor nosso Deus, no momento oportuno, nos livrará dos nossos temores. Ora, nosso Deus é um Deus maravilhoso! A sua Palavra está repleta de promessas a todos aqueles que invocam o seu santo nome. Ex: Sl 92.12 ; Mt 13.43; Jo 15.07; Sl 91.3-6 ; Jo 14.1-20; Sl 46.1-11.

O conhecimento de Deus deve fazer com que as Suas palavras encontrem sempre aconchego em nosso coração. Portanto, ao sentir medo diante das dificuldades impostas pela vida, traga à memória aquilo que pode lhe dar esperança, e o que nos dá esperança é o fato inequívoco de que as misericórdias do Senhor se renovam a cada manhã.

Renato Vargens é pastor sênior da Igreja Cristã da Aliança em Niterói, no Rio de Janeiro e conferencista. Pregou o evangelho em países da América do Sul, do Norte, Caribe, África e Europa. Tem 24 livros publicados em língua portuguesa e um em língua espanhola. É também colunista e articulista de revistas, jornais e diversos sites protestantes.

Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo