Leia também:
X A natureza falha e a inclinação para o mal

Não tenha medo da ‘cultura do cancelamento’

De que forma você tem lidado com a possibilidade de ser 'cancelado'?

Renato Vargens - 04/10/2021 15h10

Não tenha medo da cultura do cancelamento Foto: Pixabay

Vivemos numa época em que o politicamente correto rege não apenas nossa vida, mas também nossas falas e as redes sociais. Nessa perspectiva, com medo do “cancelamento”, muitos tem preferido omitir-se quanto à mensagem do evangelho.

No Canadá, por exemplo, não é possível mais falar de Cristo em praça pública ou distribuir folhetos evangelísticos, visto que tais ações poderiam afrontar a fé de alguém.

Como se isto não bastasse, hoje em dia também não é politicamente correto falar sobre pecado, salvação só por intermédio de Cristo, juízo de Deus e condenação eterna.

Ora, nós não fomos chamados por Deus para fazer vista grossa ao pecado dos filhos de Adão. Nós não fomos chamados para nos calar diante da miséria e de todo tipo de iniquidade que afronta a santidade de Deus.

O cristão, segundo a Palavra de Deus, deve ser “sal da terra” e “luz do mundo”, dando sabor e direção àqueles que vivem absortos em malignidade (Mateus 5:13-14).

Jesus, ao dissertar sobre o verdadeiro “Pão da vida”, foi abandonado por muitas pessoas, pois o Seu discurso não foi agradável aos ouvidos delas. Entretanto, neste episódio, você não vê o Senhor sendo politicamente correto, visando com isso à multiplicação de Seus seguidores. Pelo contrário, nosso Senhor sempre confrontou o pecado ainda que isso lhe trouxesse “cancelamento”, como de fato aconteceu (João 6:41,48,50-51,60-66).

E você? De que forma tem lidado com a possibilidade de ser “cancelado”? Está mais preocupado em ser politicamente correto ou em anunciar a salvação que é Cristo Jesus?

Renato Vargens é pastor sênior da Igreja Cristã da Aliança em Niterói, no Rio de Janeiro e conferencista. Pregou o evangelho em países da América do Sul, do Norte, Caribe, África e Europa. Tem 31 livros publicados em língua portuguesa e um em língua espanhola. É membro dos conselhos do TGC Brasil e IBDR.

* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.

Leia também1 Mulher é presa na frente dos filhos por não ter passaporte sanitário
2 Pastor que abriu igreja na pandemia é preso novamente no Canadá
3 Pastor: Cultura do cancelamento pode ser sinal do fim dos tempos
4 Boris Casoy detona cultura do cancelamento: 'Coisa idiota'
5 'A cultura do cancelamento usa a internet como um tribunal', alerta advogado

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.