Leia também:
X Como lidar com o medo do diagnóstico de uma doença crônica?

Fantasmas, o que a Bíblia tem a dizer a respeito?

As Escrituras nos ensinam que ao morrer o corpo volta à terra e o espírito volta a Deus que o deu

Renato Vargens - 15/08/2018 10h03

Volta e meia eu ouço alguns evangélicos dizendo que acreditam na existência de fantasmas e que eles mesmos já testemunharam a aparição de alguns. Segundo esses irmãos queridos, vultos fantasmagóricos, com forma humana de pessoas conhecidas ou não já lhes apareceram lhes causando grande temor.

Bom, antes de tudo torna-se importante afirmar que aqueles que morrem não ficam perambulando por aí. As Escrituras nos ensinam que ao morrer o corpo volta à terra e o espírito volta a Deus que o deu (Eclesiastes 12:7). A Bíblia também diz que “aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo” (Hebreus 9: 27).

Portanto, segundo a perspectiva bíblica os homens morrem e esperam o julgamento de Deus. O que inviabiliza totalmente essa história de que o espírito do falecido fica vagando na terra.

Diante desta afirmação talvez você esteja a perguntar: O que são essas manifestações então?

1. Algumas dessas experiências místicas são frutos da mente de alguém que, por motivos diversos, acredita que viu um espírito desencarnado.

2. Influenciado por um misticismo exacerbado e induzido por questões periféricas, o “vidente” acredita que efetivamente aquilo que viu é uma manifestação espiritual.

3. As chamadas visões podem ser fruto de engodo, brincadeiras ou até mesmo golpes de pessoas inescrupulosas cujo desejo é lesar outrem.

4. A visão de espíritos desencarnados pode ser efeito de drogas ou algum tipo de alucinógeno.

5. Essa visão pode ser uma ação exclusiva de demônios.

Prezado leitor e leitora do Pleno.News, as Escrituras nos ensinam que o diabo é o pai da mentira (João 8:44) e que ele pode tomar a forma de anjos de luz (II Coríntios 11:14) ensina também que ele é enganador (I Timóteo 4:1,2) e príncipe deste mundo (João 12:31).

Isto posto, creio que muitas manifestações dos chamados fantasmas são provenientes de demônios que, de modo implacável, induzem os homens ao erro.

Termino este texto afirmando que fantasmas não existem e que acreditar neles é colocar as crendices populares acima da santa e infalível Palavra de Deus.

Pense nisso!

* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.
Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.