E se o seu pastor estiver deprimido?

Você costuma perguntar se está tudo bem com seu pastor ou se ele precisa de alguma coisa?

Renato Vargens - 12/12/2018 12h00

Muita gente acha que pastores são super-heróis. A onda de suicídios em virtude da depressão, cometidos por esses irmãos, tem mostrado que eles não são. Isso me leva a seguinte pergunta: Você é daqueles que costuma se preocupar com seu pastor? Costuma perguntar se está tudo bem com ele, ou se ele precisa de alguma coisa? Ou será somente aquele tipo de cristão que só se aproxima dele para receber alguma coisa?

Pois é, não sei se você já se deu conta, mas o seu pastor carece de atenção, orações, amizade e carinho, mesmo porque, o ministério pastoral não é nada fácil. Aliás, pastorear o rebanho de Cristo em alguns momentos é extremamente complicado.

Como você deve imaginar cotidianamente, os pastores lidam com situações extremamente complicadas onde dor, angústia e ansiedade se fazem presentes. Sem sombra de dúvidas, os Ministros do Evangelho ao conduzirem o rebanho de Cristo desenvolvem um árduo e penoso trabalho. Se não bastasse isso, eles necessitam esmerar-se no estudo da Bíblia, dedicar-se com afinco a oração e piedade, aconselhar os trôpegos admoestar os insubmissos, além de treinar e fazer discípulos ensinando-as a guardar no coração a sã doutrina. Isso sem falar, é claro, das inúmeras demandas pessoais dentre estas, cuidar, pastorear os filhos, cônjuge e família.

Prezado amigo, à luz disso, acredito que a igreja de Cristo deva preocupa-se com seu pastor tratando-o com amor, respeito e consideração, mesmo porque, pastores sofrem, se angustiam, se preocupam e sofrem pressões como qualquer cristão. Isto posto, que tal telefonar para ele e perguntar como estão as coisas? O que acha de perguntar se precisa de oração, se está tudo bem em casa, ou se necessita de alguma coisa?

Prezado irmão, ame seu pastor, valorize-o, e lembre-se de que agindo assim, com certeza, Deus será glorificado.

Pense nisso!

 

Renato Vargens é pastor sênior da Igreja Cristã da Aliança em Niterói, no Rio de Janeiro e conferencista. Pregou o evangelho em países da América do Sul, do Norte, Caribe, África e Europa. Tem 24 livros publicados em língua portuguesa e um em língua espanhola. É também colunista e articulista de revistas, jornais e diversos sites protestantes.

Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo