Leia também:
X Como organizar as finanças pessoais e entrar 2021 da melhor forma

7 constatações de que a Igreja se divorciou da Bíblia

"A exposição das Escrituras deixou de ter a centralidade no culto"

Renato Vargens - 30/12/2020 12h43

7 constatações de que a Igreja se divorciou da Bíblia Foto: Pixabay

Parte da Igreja brasileira está cada mais distante da Palavra de Deus e das verdades nela contida. Pensando nisso, resolvi elencar sete constatações de que a Igreja neste país divorciou-se das Escrituras. Então, vejamos:

1) A Bíblia deixou de ser a única e exclusiva regra de fé.

2) A Bíblia foi substituída por princípios, doutrinas e conceitos da psicanálise e psicologia.

3) A Bíblia teve o seu ensino relativizado. Nessa perspectiva, ela deixou de ser a inerrante Palavra de Deus, passando a “conter” uma não tão inerrante Palavra de Deus.

4) A exposição das Escrituras deixou de ter a centralidade no culto.

5) O estudo sistemático e expositivo das Escrituras perdeu o seu espaço na comunidade da fé que, em nome de uma espiritualidade sensitiva, trocou a Palavra pela música.

6) Nos cultos públicos ,os pastores deixaram de ler, pregar e explicar a Bíblia, preferindo usar o precioso tempo do culto com teatro, dança e apresentações musicais.

7) Em nome de uma espiritualidade antropocêntrica, o ensino da Bíblia foi mudado, fazendo com que o homem seja honrado, e não o Senhor Todo-Poderoso.

Pense nisso!

Renato Vargens é pastor sênior da Igreja Cristã da Aliança em Niterói, no Rio de Janeiro e conferencista. Pregou o evangelho em países da América do Sul, do Norte, Caribe, África e Europa. Tem 31 livros publicados em língua portuguesa e um em língua espanhola. É membro dos conselhos do TGC Brasil e IBDR.

* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.
Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.