Leia também:
X Rotina financeira eficiente: monte a sua

5 provas irrefutáveis que uma mulher casou com um menino

Reuni algumas características daquilo que eu chamo de um homem "meninão"

Renato Vargens - 02/09/2020 12h35

Uma das maiores reclamações das mulheres quanto aos homens relaciona-se ao fato de que muitos destes não amadureceram. Na verdade, a impressão que se tem é que ainda que o tempo passe e os anos avancem, boa parte dos homens continuam comportando-se de forma infantilizada.

Outro dia, eu escrevi um texto que trata de algumas características daquilo que eu chamo de um homem “meninão”. O que por si só trouxe uma grande repercussão principalmente entre as mulheres. Hoje, seguindo o mesmo raciocínio, pretendo de tratar de cinco provas irrefutáveis de que uma mulher casou com um menino, senão vejamos.

1. Um homem menino não assume o seu papel de líder do lar, comportando-se de forma subserviente, sendo incapaz de liderar, servir e cuidar da sua família.

2. Um homem menino é machista e acha que não pode ajudar a esposa nas tarefas domésticas. Para ele, fazer o almoço, lavar a louça ou mesmo cuidar do bebê é absurdo e inadmissível. Outro dia por exemplo, li nas redes sociais a história de que muitos homens têm defendido a causa de que um genuíno homem não pode lavar louça.

3. Um homem menino é chorão, reclamão, se considera uma vítima da esposa e um eterno injustiçado.

4. Um homem menino não gosta de trabalhar, sempre tem uma desculpa para não permanecer num emprego, é acomodado e se deixar, aceita ser sustentado pela mulher.

5. Um homem menino adora um rabo de saia, não valoriza a esposa que tem, e sempre que tem oportunidade, joga sua cantada de eterno adolescente a uma outra mulher.

Isto posto, se seu marido age assim isso aponta para o fato de que ele não cresceu. E se você é homem e reconhece alguns destes comportamentos, está na hora de amadurecer e crescer.

Renato Vargens é pastor sênior da Igreja Cristã da Aliança em Niterói, no Rio de Janeiro e conferencista. Pregou o evangelho em países da América do Sul, do Norte, Caribe, África e Europa. Tem 24 livros publicados em língua portuguesa e um em língua espanhola. É também colunista e articulista de revistas, jornais e diversos sites protestantes.
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.