4 razões fundamentais porque os evangélicos estão aderindo à direita

De Norte a Sul, Leste a Oeste tornou-se comum encontrarmos pessoas dizendo que cansaram das políticas de esquerda

Renato Vargens - 08/08/2018 10h07

No Brasil há uma onda conservadora que a cada dia cresce mais e isso é nítido e notório. De Norte a Sul, Leste a Oeste tornou-se comum encontrarmos pessoas dizendo que cansaram das políticas da esquerda e que em virtude disso resolveram aderir à direita.

Pensando nisso, resolvi elencar quatro razões fundamentais pelas quais grande parte da população evangélica brasileira está abandonando o esquerdismo. Senão, vejamos:

1. O evangélico brasileiro não suporta mais a corrupção que tem destruído o país por décadas a fio. A aprovação da lava jato pela maior parte da população é prova inexequível de que o brasileiro cansou da velha politicagem esquerdista que tem explorado o pobre e a pobreza, não oferecendo ao que vive na mais absoluta miséria uma porta de saída para a dignidade.

2. O evangélico brasileiro não quer o bolivarianismo, o controle ideológico partidário do Foro de São Paulo que defende o aumento do tamanho do Estado; o que contribui com a corrupção.

3. O evangélico brasileiro majoritariamente é conservador nos costumes. Em virtude disso, rejeita a descriminalização do aborto, a descriminalização das drogas, o incentivo à sexualidade precoce em crianças e adolescentes, bem como a intervenção estatal na educação de nossas crianças. Além, é claro, da desconstrução dos valores judaico-cristãos que norteiam a família e a sociedade.

4. O evangélico brasileiro cansou das políticas de esquerda que nivelam o povo por baixo, empobrecendo-o cada vez mais, deixando-os sem voz e sem opção de progresso e crescimento.

Pense nisso!

Renato Vargens é pastor sênior da Igreja Cristã da Aliança em Niterói, no Rio de Janeiro e conferencista. Pregou o evangelho em países da América do Sul, do Norte, Caribe, África e Europa. Tem 24 livros publicados em língua portuguesa e um em língua espanhola. É também colunista e articulista de revistas, jornais e diversos sites protestantes.