CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Não podemos parar nosso culto

3 “previsões” que faço sobre os brasileiros ao fim da pandemia

Teremos pelo menos três tipos de comportamento social

Renato Vargens - 25/05/2020 10h18

Brasil está entre os 10 países com mais curados de Covid-19 Foto: EFE/Matteo Bazzi

Não. Isso não é uma profecia. Não estou profetizando absolutamente nada. Na verdade, o que faço são algumas constatações sobre o cenário brasileiro pós-pandemia. E para tanto, uso minhas observações quanto a história e atitudes do cidadão brasileiro diante da pandemia que tanto nos assola e preocupa.

Pensando nisso, entendo que teremos pelo menos três tipos de comportamento social. O primeiro entre aqueles que norteados pelos valores judaicos cristãos seguirão sua vida sem nenhuma alternância, o segundo entre incrédulos e relativistas quanto ao tempo que vivemos e por fim entre os discípulos e seguidores de Cristo.

Os que norteiam suas vidas por valores cristãos, sem, contudo, serem servos de Cristo, seguirão suas vidas sem alternâncias comportamentais. Nessa perspectiva, ainda que marcados pela dor da pandemia, nada mudará em suas rotinas.

Quanto ao segundo grupo, entendo que o pecado se acentuará. Isso aconteceu ao final da gripe espanhola, quando parte da população descambou na prática do pecado, “celebrando” o fim da pandemia quebrando conceitos, valores e pressupostos da moralidade, mergulhando assim em todo tipo de iniquidade e promiscuidade. Eu mesmo já li reportagens de pessoas dizendo que se passarem incólumes pela pandemia não responderão por seus atos, bebendo muito, festejando muito e claro tendo variados relacionamentos sexuais.

E por fim, o terceiro grupo que é composto por cristãos genuínos que em virtude da gratidão a Deus se aproximarão mais do Senhor, procurando desenvolver com ele um relacionamento mais profundo, abnegado e compromissado com o evangelho. Nessa perspectiva muitos reverão a forma que se relacionavam com Cristo e com a igreja, optando assim por uma mudança radical de comportamento.

Pense nisso!

Renato Vargens é pastor sênior da Igreja Cristã da Aliança em Niterói, no Rio de Janeiro e conferencista. Pregou o evangelho em países da América do Sul, do Norte, Caribe, África e Europa. Tem 24 livros publicados em língua portuguesa e um em língua espanhola. É também colunista e articulista de revistas, jornais e diversos sites protestantes.
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo