7 razões bíblicas porque o homem deve fugir do adultério

Cometi adultério. Será que Deus perdoa aqueles que cometeram este pecado?

Renato Vargens - 14/01/2019 10h03


Lamentavelmente os casos de divórcio e adultério entre os evangélicos se multiplicam a olhos vistos. Os números do adultério entre cristãos são elevadíssimos. Para nossa tristeza, a cada novo dia ouvimos relatos de pessoas que afirmam terem traído seus cônjuges, o que aponta, de forma absolutamente clara, para o estado de relativismo que tomou conta da Igreja Evangélica Brasileira.

Isto posto, diante da banalização do casamento e dos relacionamentos entre marido e mulher entre os evangélicos, resolvi elencar 7 razões bíblicas porque o homem deve fugir do adultério:

1. Porque Deus proíbe o adultério (Êxodo 20.14)
2. Porque Deus odeia o divórcio (Malaquias 2.16)
3. Porque quem comete adultério demonstra não ter juízo ( Provérbios 6.32)
4. Porque quem comete adultério destrói a si mesmo (Provérbios 6.32)
5. Porque o casamento deve ser honrado e o leito conjugal conservado puro, pois Deus julgará os imorais e os adúlteros (Hebreus 13.14)
6. Porque adulterar é cometer pecado contra Deus (Marcos 10.11-12; Gálatas 5.19-21)
7. Porque Deus não terá por inocente aqueles que morrerem na prática do adultério (Apocalipse 22.15)

Concluo esse texto respondendo a esta possível pergunta de alguns:

Cometi adultério. Será que Deus perdoa aqueles que cometeram este pecado?

Claro que sim! Com exceção da blasfêmia contra o Espírito Santo, qualquer pecado pode ser perdoado por Jesus (Marcos 3.28-29). Agora, vale a pena ressaltar que, se a pessoa que cometeu o adultério de fato se arrependeu do pecado cometido, por amor a Cristo ela abandonará o relacionamento extraconjugal. Todavia, caso não deixe seu pecado, nem tampouco seu adultério, é possível que não tenha se arrependido do erro, o que por si só trará as consequências sobre a transgressão cometida.

Pense nisso!

Renato Vargens é pastor sênior da Igreja Cristã da Aliança em Niterói, no Rio de Janeiro e conferencista. Pregou o evangelho em países da América do Sul, do Norte, Caribe, África e Europa. Tem 24 livros publicados em língua portuguesa e um em língua espanhola. É também colunista e articulista de revistas, jornais e diversos sites protestantes.

Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo