Leia também:
X Existe uma luz que nunca se apaga

Por que estão mudando os personagens nos filmes e desenhos?

As teorias de gênero dizem que o masculino é o opressor e o feminino o oprimido

Pedro Augusto - 01/11/2021 16h02

Superman bissexual e Fado madrinha Fotos: Divulgação

Estamos na era da pós-modernidade, que tem como características o relativismo, a desconstrução de valores tradicionais, o liberalismo social, o afastamento da religião etc.

O Ocidente chegou a esse ponto basicamente por causa da queda da influência cristã na cultura, após o advento do Iluminismo e pelas frustrações causadas por esse mesmo movimento intelectual.

Por causa do Iluminismo, algumas ideologias foram criadas, e o ser humano acreditou que poderia construir um mundo perfeito sem Deus. Porém, ao longo do tempo, o progresso não foi o esperado, sobretudo no século 20, com as milhões de mortes causadas pelos regimes totalitários do nazismo, fascismo e comunismo.

A sociedade liberal-capitalista também não escapou dessa frustração, pois, embora tenha proporcionado maior prosperidade econômica, não conseguiu combater outros problemas sociais como a pobreza no terceiro mundo, o racismo (principalmente nos EUA e na Europa Ocidental) e outras mazelas.

Por conta de todas as frustrações, teve início um movimento intelectual que começou a defender a desconstrução de coisas como a família tradicional, porque seria uma instituição opressora à mulher; o cristianismo, por supostamente reprimir o sexo através da moralidade; a linguagem (surgindo, então, a linguagem neutra); a masculinidade e a feminilidade; as tradições sociais; as instituições públicas etc.

Dos pontos acima citados, atente para a masculinidade e a feminilidade. As teorias de gênero dizem que o masculino é opressor e o feminino o oprimido. Não adiantaria reformá-los, e sim desconstruí-los, para acabar com essas duas noções, produzir o humano neutro e pôr fim à opressão.

Para chegar a esse objetivo, é preciso influenciar a cultura. Os símbolos que tradicionalmente expressam a masculinidade – como, por exemplo, o Superman, que é forte, protetor e toma todas as atitudes possíveis para proteger a sua família – precisam ser desconstruídos de sua masculinidade tradicional, a fim de produzir novas formas de masculinidade. E o Superman não foi o único alvo da desconstrução do masculino. Recentemente, no filme da Cinderela foi criado o “fado madrinha”.

Quanto à feminilidade, aconteceu o mesmo. Repare, por exemplo, como, por meio de gestos sutis, as personagens Bela, de A Bela e a Fera, e Jasmine, de Aladim, fugiram do estereótipo tradicional de princesa e de feminilidade, nas novas versões cinematográficas, não se mostrando mais como princesas que desejam ser amadas e protegidas por homens.

Isto ocorre porque o cinema, os quadrinhos e afins estão sendo usados para fazer mudanças na cultura e desconstruir os valores tradicionais de masculino e de feminino.

Muitos desses conteúdos são elaborados para crianças e adolescentes, que são mais fáceis de influenciar e, portanto, mais suscetíveis a esses novos modelos de masculino e de feminino, os quais obviamente diferem do tradicional.

Nós estamos na era pós-moderna. E, para os defensores do desconstrutivismo, qualquer estrutura tradicional da sociedade deve ser superada, sobretudo aquelas estruturas apoiadas pelo cristianismo. Fique alerta!

Clique aqui e siga-me no Instagram, para ver mais análises sob a ótica de uma cosmovisão cristã.

Pedro Augusto é formado em Jornalismo, já escreveu para outros sites conservadores, possui redes sociais sobre história, é viciado em livros e em breve estará cursando Teologia.

* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.

Leia também1 Maurício Souza cogita se candidatar nas eleições de 2022
2 Vereadora pede concessão de honraria a Maurício Souza
3 Diretor do Minas diz que demitiu Maurício para 'protegê-lo'
4 Cantora discute com fãs por começar a seguir Maurício Souza
5 Thiago Gagliasso expõe Andreoli e Neto: 'Cambada de hipócritas'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.