Leia também:
X O vilipêndio a culto sofrido pela primeira-dama constitui crime

As mentiras de Lula no Podpah

Durante a entrevista, o petista reafirmou diversos mitos sobre o seu governo

Pedro Augusto - 08/12/2021 12h03

Os apresentadores ao lado do ex-presidente Lula Foto: Ricardo Stuckert / Divulgação PT

Assisti à entrevista de Lula no podcast Podpah, e uma coisa é fato: o petista fala bem, mas tão bem que você pode acabar acreditando nas mentiras dele.

Reparei que o Lula quer aproximar a esquerda da classe trabalhadora novamente. Como reparamos na última eleição presidencial, esse público votou em Jair Bolsonaro não somente por conta da questão econômica, mas também pela segurança pública.

É notório que a esquerda abandonou a população mais pobre e, hoje, preocupa-se apenas com temas como ideologia de gênero e feminismo, algo em que o brasileiro comum não está interessado.

Lula, ao que parece, quer afastar-se desses discursos para focar na questão econômica e educacional. Além disso, ele procurou colocar-se como um homem comum e aproximar-se dos jovens ao falar de futebol e dos seus desafios da infância.

Lula também quis mostrar que é alguém moderado e criticou até a polarização do país para, em seguida, dizer que a esquerda defende os pobres; a direita, os ricos. Ou seja, ele critica a polarização para, em seguida, fomentá-la.

Para piorar, ele ainda elogiou o ex-ditador cubano Fidel Castro, que foi o responsável pela morte e prisão de um grande número de pessoas, além de acabar com as liberdades no país, fazer de Cuba a sua propriedade privada e da população sua escrava.

É interessante notar que as mesmas pessoas que criticam Jair Bolsonaro pela sua simpatia pela ditadura militar ignoram a amizade de Lula com o que há de pior na política. Portanto, eu quero destacar algo: quem critica o presidente por seus elogios ao governo militar, mas se cala perante as simpatias antidemocráticas do petista, não tem moral alguma para criticar o atual líder de nossa nação.

Lula no PodPah Foto: Ricardo Stuckert/Divulgação PT

As mentiras de Lula

Ao longo do podcast, o ex-presidente deu diversas informações falsas. Quero destacar algumas.

Lula afirmou, por exemplo, que acabou com a fome no Brasil. Se você tem memória e mora em algum bairro mais pobre, sabe que a fome nunca deixou de ser um problema no Brasil. Não há muito o que falar sobre isto.

O petista também disse que foi o presidente que mais criou universidades. Apontou que foram criadas 16 instituições em seu governo, enquanto o número real é quatro. A verdade é que alguns prédios novos foram inaugurados e trocaram o nome de instituições. Foi isso que o PT chamou de criar novas universidades.

Lula também afirmou que, em sua gestão, o Brasil pagou a dívida externa. Na verdade, o país pagou a sua dívida com o FMI (Fundo Monetário Internacional), e isso ocorreu de uma forma curiosa: por meio da emissão de títulos de dívida pública, ou seja, o governo pegou dinheiro emprestado para pagar uma dívida; pagou uma dívida fazendo outra.

Além disso, Lula criticou os cortes na educação feitos pelos governos pós-PT. Uma rápida pesquisa no Google é capaz de mostrar que, na era petista, houve cortes bilionários nessa área.

Outro ponto a se destacar é que, ao criticar o presidente Bolsonaro por ele ter trocado o nome Bolsa Família por Auxílio Brasil, Lula disse que isso foi uma mera questão eleitoreira, mas foi exatamente o que ele fez quando criou o Bolsa Família. O programa social foi uma junção de políticas de auxílio econômico do governo FHC, como o Bolsa Escola e o Vale Gás. Ou seja, Lula criticou o Bolsonaro por algo que ele mesmo também fez.

Duas coisas que Lula nunca explica

Quero que um dia o Lula explique, de forma não mentirosa e populista, por que motivo a economia do Brasil cresceu tanto durante a década de 2000.

Ele não falará, mas isso foi possível por causa de uma série de reformas que durou mais de 10 anos, começando no governo Itamar Franco e passando por FHC. Foram realizadas diversas privatizações, além do Plano Real, do Tripé Macroeconômico etc. Essas medidas trouxeram bons resultados para o Brasil, mas Lula e o PT fizeram oposição.

Outro ponto que Lula não explica é qual foi a causa da crise econômica entre os anos de 2014, 2015 e 2016, cuja recuperação foi freada por causa da pandemia.

O Lula não vai falar, mas o país começou a descer a ladeira por causa da incompetência e da mudança da política econômica iniciada por ele, em 2008, e aprofundada pela ex-presidente Dilma Rousseff.

Tenha muito cuidado com o discurso do Lula!

Clique aqui e siga-me no Instagram para ver mais análises políticas e ler sobre cristianismo

Pedro Augusto é formado em Jornalismo, já escreveu para outros sites conservadores, possui redes sociais sobre história, é viciado em livros e em breve estará cursando Teologia.

* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.
Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.