Leia também:
X Que o Ano Novo judaico seja doce e agradável!

Sucesso das manifestações dá a Bolsonaro carta branca para tomar grandes decisões

É preciso ter coragem para aplicar os "remédios" constitucionais de que o Brasil precisa neste momento

Marisa Lobo - 08/09/2021 11h36

Comemoração do Dia da Independência Foto: Isac Nóbrega/PR

Como muitos de nós havíamos previsto, as manifestações que ocorreram ontem, no Dia da Independência do Brasil, foram um grande sucesso de público. Apenas em Brasília, segundo uma nova atualização divulgada pelo portal Metrópoles, cerca de 400 mil pessoas compareceram ao ato de apoio ao presidente Jair Bolsonaro e às liberdades individuais.

Apesar da militância de boa parte da velha imprensa e das críticas psicóticas da oposição, tentando desqualificar o caráter legítimo, democrático e grandioso das manifestações, nada disso impediu que pudéssemos alcançar o grande objetivo de dar ao presidente da República uma carta branca para que ele possa tomar quaisquer decisões em favor do Brasil.

No contexto atual, em que a crise entre os Poderes vem sendo provocada por pessoas que pensam ser donas do Brasil e poder controlar a liberdade de expressão e de comunicação dos seus críticos, direitos fundamentais garantidos em nossa Constituição Federal, o presidente da República precisava do aval do povo para poder tomar medidas mais drásticas.

Isso porque é o povo, amparado pela Constituição, que legitima reações políticas e administrativas mais severas por meio do apoio manifesto ao presidente nas ruas. E foi justamente isso o que vimos no 7 de setembro: um número incalculável de pessoas em quase todas as capitais do Brasil (para não dizer todas) dizendo ao presidente “EU AUTORIZO”.

Quais medidas serão essas tomadas pelo presidente nós ainda não sabemos. A única certeza que temos, conforme o que já foi declarado pelo próprio Jair Bolsonaro, é que elas virão “dentro das quatro linhas da Constituição”. E, sim, não duvidem, a nossa Carta Magna possui dispositivos suficientes para garantir a liberdade do país contra os abusos de grupos e tiranos.

Contudo, é preciso ter coragem para aplicar os “remédios” constitucionais de que o Brasil precisa neste momento. E parece que coragem o atual presidente possui. Ainda mais hoje, depois do tão desejado “retrato para o mundo”, registrado no dia de ontem.

O povo, mais uma vez, fez a sua parte. E tenho a certeza de que fará novamente se for preciso. Agora, portanto, a questão está nas mãos do Executivo. Afinal, o momento também exige respostas urgentes do lado político-administrativo, e a carta branca já foi dada. Resta-nos apenas saber o que será escrito nela daqui em diante. Oremos, pois, pelo Brasil!

Marisa Lobo possui graduação em Psicologia, é pós-graduada em Filosofia de Direitos Humanos e em Saúde Mental e tem habilitação para Magistério Superior.

* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.

Leia também1 Suprema Corte descriminaliza a prática do aborto no México
2 Ministro mostra "erro" da PM de Doria ao contabilizar atos em SP
3 Presidente Bolsonaro: "O poder Moderador é o povo brasileiro"
4 'Quero dizer aos canalhas que eu nunca serei preso', diz Bolsonaro
5 Bolsonaro dá aviso a Moraes: 'Ou se enquadra ou pede para sair'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.