Leia também:
X Opinião André Mello: Não, cara. Marielle não é Martin Luther King

Opinião Mari Simionato: Moda e fé combinam?

Quando o interior não está em contato com Deus ou mesmo que a mulher esteja bem vestida, se o coração estiver cheio de dores e feridas, de nada adianta o look mais caro ou moderno

Mari Simionato - 18/04/2018 10h23

Oi, meninas que leem o Pleno.News!

Este é meu primeiro post aqui e eu estou muito feliz em compartilhar com vocês um pouquinho sobre moda, comportamento, beleza e tudo o que envolve o mundo feminino. Eu tenho trabalhado com moda e com o ministério de mulheres há mais de 6 anos e amo poder unir esses dois mundos. Afinal, queremos estar lindas por dentro e por fora, né?

Para começar, quero contar um pouco da minha história e como o universo de moda e cristianismo estão envolvidos na minha caminhada.

Eu sou gaúcha, formada em consultoria de moda, com especialização em jornalismo de moda. Sempre amei esse universo, mesmo não sendo a mais fashionista de todas. Na verdade, eu amo ver como a moda pode influenciar na autoestima da mulher e isso é poderoso! Então passei a ministrar palestras e treinamentos em igrejas, onde eu compartilhava sobre moda e identidade em Deus. Assim, as mulheres saíam de lá bonitas por fora e por dentro.

Nessas minhas andanças pelo mundo, passei uma temporada na China. E lá, Deus confirmou em meu coração que eu deveria trabalhar com o ministério de mulheres, mostrando a elas a identidade que Deus criou para cada uma viver.

Voltei para o Brasil disposta a compartilhar sobre o amor de Deus para a indústria da moda. Foi quando conheci um ministério que fazia evangelismo durante as principais semanas de moda do mundo. Me inscrevi, fui aceita e algumas semanas depois eu pisava na cidade de Nova Iorque para minha primeira semana de moda internacional.

De lá para cá, já são 5 anos trabalhando na Semana de Moda de NY e de Los Angeles e fazendo Jesus conhecido no meio de uma das indústrias mais influenciadoras do mundo.

A moda pode ser uma aliada para as mulheres, quando se refere a autoestima. Ela é uma auxiliadora para que mulheres se sintam mais bonitas, mas sozinha não é suficiente. Quando o interior não está em contato com Deus ou mesmo que a mulher esteja bem vestida, se o coração estiver cheio de dores e feridas, de nada adianta o look mais caro ou moderno. Afinal, como o salmista já dizia, é um coração alegre que aformoseia o rosto e não o contrário.

Por isso, hoje trabalho com moda e também sou missionária em tempo integral na JOCUM em Los Angeles, na Califórnia. Aqui trabalhamos com meninas em uma Escola de Treinamento e Discipulado chamada Beauty Arise. Nessa escola, elas aprendem sobre relacionamento com Deus, cura da alma, identidade e autoestima. Depois, enviamos essas meninas às nações para que elas ensinem a outras mulheres sobre o amor transformador de Jesus.

E nesta coluna é justamente sobre isso que vamos falar: moda e relacionamento com Deus.

Vamos caminhar juntas?

Eu espero muito que você goste e seja abençoada!

Um beijo,

Mari Simionato é jornalista, escritora, blogueira e missionária na JOCUM em Los Angeles/USA. Viaja o mundo conversando com mulheres sobre relacionamento com Deus e identidade cristã. Trabalha anualmente nas semanas de moda de New York e Los Angeles com evangelismo a profissionais de moda.
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.